Ir para o conteúdo
BETA

Portal de Informações Institucionais

Universidade Federal de Pelotas

Nome da Disciplina
ARQUITETURA DE MUSEUS
CÓDIGO
0120105
Carga Horária
34 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Introdução à história da Arquitetura. O edifício museu e suas características físicas e espaciais. A inserção de equipamentos culturais no contexto urbano da cidade contemporânea.

Objetivos

Objetivo Geral:

Ao final do curso o aluno deverá ser capaz de identificar as características da arquitetura do renascimento ao neoclassicismo; as principais características espaciais dos museus e de sua inserção na cidade contemporânea.

Conteúdo Programático

Unidade 1 – Introdução à história da Arquitetura.
1.1 Do renascimento ao neoclassicismo.
1.2 A arquitetura moderna: século XIX e XX.

Unidade 2 – A arquitetura de museus.
2.1 A definição de tipologia: Durand e Guadet e os tratados de arquitetura do século XIX.
2.2 Características físicas e ambientais do edifício museu.

Unidade 3 – O museu na cidade contemporânea.
3.1 A reciclagem de edifícios e a renovação urbana.
3.2 Museus do Brasil.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ALBERNAZ, Maria Paula; LIMA, Cecília Modesto. Dicionário Ilustrado de Arquitetura – v. I, II. São Paulo: ProEditores, 1997. BICCA, Briane Elisabeth Panitz; BICCA, Paulo Renato Silveira (orgs.). Arquitetura na formação do Brasil. 2 ed. Brasília: UNESCO, IPHAN, 2008. BRUAND, Yves. Arquitetura contemporânea no Brasil. São Paulo: Perspectiva, 1981. FERRAZ, João Grinspum (coord.). Museu do Pão: caminho dos moinhos. Ilópolis: Associação dos Amigos dos Moinhos do Vale do Taquari, 2008. HUGHES, Philip. Diseño de exposiciones. Barcelona: Promopress, 2010. KOCH, Wilfried. Estilos de Arquitetura I, II. Lisboa: Editorial Presença; São Paulo: Martins Fontes, 1985. LEMOS, Carlos A. Arquitetura brasileira. São Paulo: Editora da USP / Melhoramentos, 1979. LITTLEFIELD, David. Manual do Arquiteto: planejamento, dimensionamento e projeto. 3 ed. Porto Alegre: Bookman, 2011. MATTHEWS, Geoffrey. Museus, galerias de arte e espaços para exposições temporárias. In: LITTLEFIELD; 2011 (p. 399-404). PEVSNER, Nikolaus. Historia de las tipologias arquitectonicas. 2 ed. Barcelona: Gustavo Gili, 1979. SEGRE, Roberto. Museus brasileiros. Rio de Janeiro: Viana & Mosley, 2010. SUMMERSON, John. A linguagem clássica da arquitetura. 3 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997. TELLES, Augusto Carlos da Silva. Atlas dos monumentos históricos e artísticos do Brasil. 3 ed. Brasília, DF: IPHAN / Programa Monumenta, 2008. VAINER, André; FERRAZ, Marcelo. Cidadela da liberdade: Lina Bo Bardi e o Sesc Pompéia. São Paulo: Edições Sesc SP, 2013.

Bibliografia Complementar:

  • BOYLAN, Patrick J. (coord.). Como gerir um museu: manual prático. Paris: ICOM/UNESCO, 2004. BRASIL – Lei nº 7.287, de 18 de dezembro de 1984. Dispõe sobre a regulamentação da profissão de Museólogo. BRASIL – Lei nº 11.904, de 14 de janeiro de 2009. Institui o Estatuto de Museus e dá outras providências. CHAGAS, Mário de Souza; NASCIMENTO JUNIOR, José do (orgs.). Subsídios para a criação de museus municipais. Rio de Janeiro: Ministério da Cultura / Instituto Brasileiro de Museus e Centros Culturais / Departamento de Processos Museais, 2009. FIGUEROLA, Valentina. Herança restaurada: respeito pela arquitetura original e implantação de nova infra-estrutura norteia a conversão do Pavilhão Padre Manoel da Nóbrega no Museu Afro Brasil. In: Revista AU Arquitetura e Urbanismo, São Paulo, n. 136, p. 42-49, jul. 2005. FISCHMANN, Daniel Pitta. O projeto de museus no movimento moderno: principais estratégias nas décadas 1930-60. 2003. Dissertação (Mestrado em Arquitetura) – Programa de Pós-Graduação em Arquitetura / PROPAR. Faculdade de Arquitetura. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2003. FRAGA, Carlos André Soares. Museus, pavilhões e memoriais: a arquitetura de Oscar Niemeyer para exposições. 2006. Dissertação (Mestrado em Arquitetura) – Programa de Pós-Graduação em Arquitetura / PROPAR. Faculdade de Arquitetura. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2006. JODIDIO, Philip. Museums. Colônia (República da Alemanha): Taschen, 2011. (Série ArchitectureNow!). KIEFER, Flávio. MAM Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro MASP Museu de Arte de São Paulo: paradigmas brasileiros na arquitetura de museus. 1998. Dissertação (Mestrado em Arquitetura) – Programa de Pós-Graduação em Arquitetura / PROPAR. Faculdade de Arquitetura. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1998. POULOT, Dominique. Museu e museologia. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
T1 2017 / 2 40 24 Museologia
QUA (13:30-14:20) QUA (14:20-15:10)
HORASEGTERQUAQUISEXSAB
13:30X
14:20X
15:10
16:00
16:50
17:10
18:00
TAIANA PITREZ TAGLIANI
Professor responsável pela turma