Ir para o conteúdo
BETA

Portal de Informações Institucionais

Universidade Federal de Pelotas

Nome da Disciplina
AMBIENTE E CONSERVAÇÃO
CÓDIGO
0790005
Carga Horária
68 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Calcada nas questões da Conservação Preventiva, esta disciplina demonstra as interações entre o ambiente e a conservação de bens patrimoniais de valor histórico, artístico, cultural, paleontológico e arqueológico, considerando suas inserções nos diversos macro e micro-ambientes. Aborda os seguintes tópicos: parâmetros ambientais (temperatura, umidade); sazonalidade; micro- clima; climatização x aclimatação; equilíbrio físico-químico (condições especiais); intemperismo; condições ambientais e ataques biológicos, controle e variação; instrumentos e medidores; discussão de estudos de caso.

Objetivos

Objetivo Geral:

Proporcionar ao aluno conhecimentos para a compreensão dos agentes ambientais e sua relação com a conservação dos bens culturais móveis, assim como dos métodos e técnicas disponíveis para o seu controle.

 

Objetivos Específicos:

Conhecer os principais parâmetros climáticos (temperatura, umidade, luminosidade), fatores ambientais (poluentes gasosos e particulados) e materiais de construção, armazenamento e exposição e a sua relação com a conservação de acervos. Identificar os efeitos dos parâmetros climáticos nos acervos. Conhecer as estratégias de controle ambiental. Habilitar o aluno a desenvolver diagnósticos do estado de conservação de bens culturais.

Conteúdo Programático

Parâmetros climáticos (temperatura, umidade, luminosidade);
Fatores ambientais (poluentes gasosos e particulados);
Materiais de construção, armazenamento e exposição;
Efeitos dos parâmetros climáticos nos acervos;
Estratégias de controle ambiental;
Diagnósticos do estado de conservação de bens culturais.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CALVO MANUEL, Ana. Conservación y Restauración Materiales, Técnicas y Procedimientos de la A a la Z. Barcelona: Ediciones del Serbal, 1997.
  • CARVALHO, G. et alli. Plano de Conservação Preventiva – bases orientadoras, normas e procedimentos. Temas de Museologia. Instituto dos Museus e da Conservação. Ministério da Cultura: Lisboa, 2007. Fonte: HTTP://www.ipmuseus.pt
  • DINIZ, Vívian e SOUZA, Luiz Antônio Cruz. Manual de Conservação preventiva do patrimônio Cultural. Belo Horizonte: EBA/UFMG, IEPHA, 2002.
  • DRUMOND, M. C. P. Prevenção e Conservação em museus. Caderno de Diretrizes Museológicas, Brasília: Ministério da Cultura/IPHAN/DEMU, Belo Horizonte: Secretaria de Estado da Cultura/ Superintendência de Museus, 2006, 2 ed.
  • JUNIOR, J. S. A conservação de acervos bibliográficos & documentais. Rio de Janeiro: Ministério da Cultura, Fundação Biblioteca Nacional. 1997.
  • MENDES, Marylka. SILVEIRA, Luciana da. BEVILAQUA, Fátima. e BAPTISTA, Antonio Carlos Nunes. (org.) Conservação: Conceitos e práticas. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2001.
  • MUSEUMS, LIBRARIES AND ARCHIVES COUNCIL. Conservação de Coleções. Museologia. Roteiros práticos; 9. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo: [Fundação] Vitae, 2005.
  • SOUZA, L. "Diagnóstico de Conservação: modelo proposto para avaliar as  necessidades do Gerenciamento Ambiental em museus". LACICOR. Arquivo digital: http://www.patrimoniocultural.org/laboratorio/paginas/lacicor_extensao2.htm

Bibliografia Complementar:

  • LORÊDO, W. M. - "Manual de conservação em Arqueologia de campo". Série Técnica. Rio de Janeiro: IBPC-DEPROT, 1994.
  • REILLY, J. M.; NISHIMURA, D. W. & ZINN, E. - "Novas ferramentas para preservação". 2a ed. Projeto Conservação Preventiva em Bibliotecas e Arquivos. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2001.
  • SPINELLI JÚNIOR, J. A conservação de acervos bibliográficos & documentais. Documentos técnicos ; 1. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, Dep. de Processos Técnicos, 1997.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
AMBIENTE E CONSERVAÇÃO Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis (Noturno)