Nome da Disciplina
ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL
CÓDIGO
0770057
Carga Horária
34 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
2
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Dar ao estudante de graduação em biotecnologia o suporte necessário para as atividades de final de curso que abrangem:
- Estagiar em laboratórios de pesquisa ou empresas de interesse;
- Participar do desenvolvimento de um projeto de pesquisa, visando aperfeiçoar técnicas, aprimorar os conhecimentos e métodos envolvidos na produção científica;
-Redigir e apresentar seu próprio trabalho científico;
- Orientar na relação academia / empresas de base biotecnológica.

Objetivos

Objetivo Geral:

Auxiliar os estudantes no processo de construção de suas identidades profissionais,orientando e capacitando o aluno durante a escolha e agendamento do estágio final de curso, assim como, no planejamento e organização do projeto de pesquisa que abrange seu trabalho de conclusão de curso.

 

Objetivos Específicos:

- Incentivar a pesquisa, desenvolvimento, inovação e empreendedorismo através da discussão de temas pertinentes;
- Instrumentalizar e discutir etapas para elaboração e execução de seu projeto de pesquisa;
- Estimular a organização de apresentações técnico – cientificas;
- Auxiliar na escolha e contato com o laboratório/empresa para execução do estágio de conclusão de curso.

Conteúdo Programático

1.Planejamento doestágio de conclusão de curso;
2.Planejamento do projeto de pesquisa;
3.Planejamento do trabalho de conclusão de curso;
4.Inserção no mercado de trabalho e na pós-graduação.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • WHITAKER, Dulce. Escolha da carreira e globalização. 12. ed. rev. e ampl. São Paulo: Moderna, 1997. 96 p. (Polemica) ISBN 8516017583
  • Carvalho, P. C. (2000). Recursos humanos. Campinas: Alínea.
  • http://profissaobiotec.com.br/
  • https://cib.org.br/

Bibliografia Complementar:

  • Artigos científicos, textos e sites pertinentes aos temas abordados, de acordo a escolha profissional e atualidades.
  • BANVILLE, C.; LANDRY, M. Can the field of mis be disciplined? In: Galliers, R. (Ed.). Information systems research. Oxford: Blackwell Scientific Publications, cap. 4, p. 61-92, 1992.
  • BEAD, M. A arte da tese. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996
  • Ambady, Nalini e Weisbuch, Max (2010). Nonverbal Behavior. In Susan T. Fiske (Ed.), Handbook of Social Psychology (5ª ed.) (vol.1) (pp. 464-497). New Jersey: Wiley.
  • Araújo, Maria E. B. e Pilati, Ronaldo (2008). Gerenciamento de Impressão nas entrevistas de seleção: proposição de uma agenda de pesquisa. Revista rPOT, 8(22), 21-138.
  • Gondim, Sônia M. G. e Queiroga, Fabiana. (2012). Seleção de pessoas. Em L.O. Borges e L. Mourão(Orgs.) O trabalho e as organizações: modos de atuação a partir da psicologia (pp. 29-50).
  • ARONQUE, Daniele. Os tipos de entrevista de seleção. Sua Carreira, disponível em http://www.carreiras.empregos.com.br.
  • CRISTINA, Izabel. A visão do entrevistador. Sua Carreira, disponível em http://www.carreiras.empregos.com.br.

Página gerada em 20/10/2019 06:14:43 (consulta levou 0.099945s)