Nome da Disciplina
HISTÓRIA, FILOSOFIA E EPISTEMOLOGIA DA CIÊNCIA
CÓDIGO
12000289
Carga Horária
45 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA EAD
0
CARGA HORÁRIA EXERCÍCIOS
0
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
3
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
0
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
CRÉDITOS
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

História e filosofia da Ciência: a natureza e o papel do conhecimento científico. Categorias epistemológicas e a relação com o ensino. Especificidades entre conhecimento cotidiano, escolar e científico. História da ciência na produção do conhecimento científico. Questões de gênero e étnico-raciais na Ciência. A cultura de diferentes grupos sociais (afrobrasileira, indígena, etc.) e seu papel na Ciência e escola. Relações entre sociedades, culturas, conhecimentos científicos e tecnológicos.

Objetivos

Objetivo Geral:

GERAL
- Discutir sobre questões associadas aos processos históricos e sociais de produção e validação do conhecimento científico e a distinção de outros conhecimentos culturalmente presentes na sociedade.

ESPECÍFICOS:
- Propiciar compreensões e debates sobre a natureza da ciência e as relações entre sujeito e objeto do conhecimento;
- Refletir sobre implicações de diferentes categorias epistemológicas e diferentes visões de ciência, associadas ao processo de ensino e de aprendizagem de Ciências;
- Estudar especificidades e diferenças entre o conhecimento cotidiano, científico e escolar, bem como a valorização da cultura de diferentes grupos sociais (afrobrasileira, indígena, etc.) e de gênero.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BORGES, Regina M. R. Em debate: cientificidade e educação em ciências. Porto Alegre: SE/CECIRS, 1996.
  • CHASSOT, Attico. A ciência através dos tempos. 2. ed. São Paulo: Moderna, 2004. 280 p.
  • LOPES, Alice R. C. Currículo e epistemologia. Ijuí: Unijuí, 2007.

Bibliografia Complementar:

  • CHALMERS, Alan F. O que é ciência afinal? São Paulo: Brasiliensis, 1993.
  • CHASSOT, A. A ciência é masculina? É, sim senhora! São Leopoldo: Editora Unisinos. 2. ed. 2003.
  • BACHELARD, Gaston. A formação do espírito científico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Trad. Estela S. Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.
  • HESSEN, Johannes. Teoria do Conhecimento. Trad. João V. G. Cuter, 2.ed, São Paulo: Martins Fontes, 2003.
  • BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria da Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. -. Orientações e ações para a educação das relações étnicos-raciais. Brasilia, DF: SECAD, 2006. 260 p. ISBN 85-296-0042-8.
  • Revista “Química Nova na Escola” (http://qnesc.sbq.org.br/), a exemplo de: -Ensino de Química e a Ciência de Matriz Africana: Uma Discussão Sobre as Propriedades Metálicas - http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc39_2/05-QS-72-15.pdf; e Saberes Populares e Ensino de Ciências: Possibilidades para um Trabalho Interdisciplinar - http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc30/02-QS-6208.pdf

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
HISTÓRIA, FILOSOFIA E EPISTEMOLOGIA DA CIÊNCIA Química (Licenciatura)

Página gerada em 18/01/2020 01:38:37 (consulta levou 0.142989s)