Nome da Disciplina
ARQUEOLOGIA HISTÓRICA II
CÓDIGO
1670056
Carga Horária
68 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Discussão em Arqueologia Histórica, focando-se nos estudos em Arqueologia da Escravidão.

Objetivos

Objetivo Geral:

Apresentar o processo histórico no Brasil através da arqueologia da escravidão.

Conteúdo Programático

1. Histórica da arqueologia histórica no Brasil e a ênfase na escravidão
2. Escolas e discussões teóricas sobre o capitalismo
3. Cultura Material, fontes escritas, orais, visuais
4. Identificação, caracterização e classificação da cultura material e dos sítios sobre o processo histórico brasileiro evidenciando o período da escravidão
5. Tipologia e cronologia da cultura material afro e relacionada a euro-brasileira
6. Similaridades e diferenças analíticas na arqueologia da escravidão

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • FUNARI, Pedro Paulo; ORSER JR, Charles; SCHIAVETTO, Solange Nunes de Oliveira (orgs.). Identidades, discurso e poder: estudos da Arqueologia contemporânea. São Paulo: Annablume; Fapesp, 2005.
  • GUTIERREZ, Eter J. B. Barro e sangue: mão-de-obra, Arquitetura e urbanismo em Pelotas. Pelotas: Editora da UFPel, 2005.
  • JONES, Siân. The Archaeology of ethnicity: constructing identities in the past and the present. London: Routledge, 1997.
  • MAESTRI, Mário. O escravo no Rio Grande do Sul: a charqueada e a gênese do escravismo gaúcho. Porto Alegre: Escola Superior de Teologia São Lourenço; Caxias do Sul: Editora da UCS, 1984.
  • ORSER JR, Charles E. A Historical Archaeology of the modern world. New York and London: Plenum Press, 1996.

Bibliografia Complementar:

  • SOUZA, Marcos André Torres de. Uma outra escravidão: a paisagem social no Engenho de São Joaquim, Goiás. Vestígios: Revista Latino-Americana de Arqueologia Histórica, v.1, n.1. Belo Horizonte, 2007.
  • SYMANSKI, Luís Cláudio Pereira; SOUZA, Marcos André Torres de. O registro arqueológico dos grupos escravos: questões de visibilidade e preservação. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, v. 33. Brasília, 2007.
  • SYMANSKI, Luís Cláudio Pereira. O domínio da tática: práticas religiosas de origem africana nos engenhos de Chapada dos Guimarães (MT). Vestígios: Revista Latino-Americana de Arqueologia Histórica, v.1, n.2. Belo Horizonte, 2007.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
T1 2018 / 1 1 1 Antropologia (Bacharelado)
SEX (18:50-19:40) SEX (19:40-20:30) SEX (20:30-21:20) SEX (21:20-22:10)
NOITE
HORASEGTERQUAQUISEXSAB
18:50X
19:40X
20:30X
21:20X
22:10
LUCIO MENEZES FERREIRA
Professor responsável pela turma

Página dinâmica gerada em 0.065204s.