Nome da Disciplina
CIÊNCIA POLÍTICA I
CÓDIGO
0560107
Carga Horária
68 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Ementa: As formas de governo de Platão e Aristóteles. O republicanismo de Políbio e Cícero. A filosofia política na Idade Média. Maquiavel e a ação política. O republicanismo maquiaveliano.

Objetivos

Objetivo Geral:

Objetivo(s) geral (ais) e específico(s): Apresentar os sistemas filosóficos fundamentais do pensamento político ocidental clássico e medieval até a revolução maquiaveliana.

 

Objetivos Específicos:

Objetivo(s) geral (ais) e específico(s): Apresentar os sistemas filosóficos fundamentais do pensamento político ocidental clássico e medieval até a revolução maquiaveliana.

Conteúdo Programático

Programa:
1. I – Platão
2.
3. 1.1 – Formas de governo;
4.
5. 1.2 – Degeneração das formas de governo.
II – Aristóteles
2.1 – Cidade, cidadão, objetivo da política;
2.2 –Tipologia das formas de governo.
III – Políbio
2.1 – Formas de governo e suas degenerações;
2.2 – O governo misto de Roma;
2.3 – O espírito republicano.
IV –Cícero
4.1 – A república romana;
4.2 – As disputas internas entre o povo e o senado.
V – Filosofia política na Idade Média
5.1 – Santo Agostinho
5.2 – São Tomás de Aquino
VI – Maquiavel
6.1 – O Príncipe e a ação política
6.2 – Os Discorsi e o republicanismo maquiaveliano

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ARISTÓTELES. A política. São Paulo: Atena, 1955. CÍCERO, Marco Túlio. Da república. São Paulo: Martins Fontes, 1999. MAQUIAVEL, Nicolau. Comentários sobre a primeira década de Tito Lívio. Brasília: EdUNB, 1994. ______. O príncipe. São Paulo: Nova Cultural, 1996. PLATÃO. A república. São Paulo: Nova Cultural, 2000.

Bibliografia Complementar:

  • ARENDT, Hannah. A condição humana. 9ª ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1999. ARISTÓTELES. Ética a Nicômacos. 3ª ed. Brasília: EdUNB, 2001. BERTEN, A. Filosofia política. São Paulo: Paulus, 2004. BIGNOTTO, Newton. Origens do republicanismo moderno. Belo Horizonte: EdUFMG, 2001. ______. (Org.). Pensar a república. Belo Horizonte: EdUFMG, 2002. ______. Republicanismo e realismo: um perfil de Francesco Guicciardini. Belo Horizonte: EdUFMG, 2006. BOBBIO, Norberto. A teoria das formas de governo. 10ª ed. Brasília: EdUNB, 1997. CARDOSO, Sérgio (Org.). Retorno ao republicanismo. Belo Horizonte: EdUFMG, 2004. CASSIN, Barbara. O efeito sofístico. São Paulo: Editora 34, 2005. CÍCERO, Marco Túlio. Dos deveres. São Paulo: Martins Fontes, 1999. ______. Da república. São Paulo: Martins Fontes, 1999. GUTHRIE, W. K. C. Os sofistas. São Paulo: Paulus, 1995. HOBBES, Thomas. O leviatã. 4ª ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988. ______. Do cidadão. 3ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2002. KERFERD, G. B. O movimento sofista. São Paulo: Edições Loyola, 2003. MOSCA, Gaetano; BOUTHOUL, Gaston. História das doutrinas políticas: desde a Antigüidade. 7ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 1987. POLÍBIO de Megalópolis.Historia universal bajo la republica romana. Elaleph, 2000. QUIRINO, Célia G.; VOUGA, Cláudio; BRANDÃO, Gildo M. (Org.). Clássicos do pensamento político. São Paulo: Edusp, 2004.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
CIÊNCIA POLÍTICA I Ciências Sociais (Bacharelado - Noturno)
CIÊNCIA POLÍTICA I Ciências Sociais (Licenciatura - Noturno)

Página gerada em 19/12/2018 05:42:02 (consulta levou 0.099610s)