Nome da Disciplina
MEDIDAS E AVALIAÇÃO NA TERAPIA OCUPACIONAL
CÓDIGO
1030033
Carga Horária
51 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
3
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Nesta disciplina o aluno aprenderá a realizar a Avaliação de Terapia Ocupacional que norteará suas intervenções, além de conhecer testes padronizados e específicos da profissão.

Objetivos

Objetivo Geral:

Apresentar ao aluno métodos e técnicas de avaliação em Terapia Ocupacional, instrumentos específicos de avaliação em Terapia Ocupacional e a seleção e prescrição dos procedimentos terapêuticos.

Conteúdo Programático

- Conceitos sobre avaliação
- Avaliação em Terapia Ocupacional
- Avaliação Qualitativa
- Avaliação Quantitativa
- CIF - Classificação Internacional de Funcionalidade.
- MIF – Medida de Independência funcional
- Avaliação da qualidade de vida
- Avaliação de contextos: Físico, Social, Pessoal, Espiritual, Temporal e Virtual
- Anamnese
- Avaliação das Áreas de Desempenho Ocupacional
- Avaliação das Atividades de Vida Diária e Instrumentais de Vida Diária
- Avaliação do paciente no domicílio
- Atividades Produtivas e de Trabalho
- Atividades de Recreação e Lazer
- Avaliação de amplitude de Movimento Articular
- Edema
- Força Muscular
- Força de preensão manual e pinça
- Função Sensorial
- Avaliação da Percepção e Cognição
- Objetivos de tratamento
- Testes de avaliação padronizados específicos para crianças, adultos e idosos

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CARLETO, D. G. de S., SOUZA, A. C., SILVA, M., CRUZ, D. M. C. da, ANDRADE, V. S. de. Estrutura da prática da Terapia Ocupacional: Domínio e Processo (Tradução). 2ª edição. Rev. Triang.: Ens. Pesq. Ext. Uberaba – MG, v.3. n.2, p. 57-147, jul/dez. 2010.
  • FLECK, Marcelo Pio de Almeida e cols. A avaliação de qualidade de vida Guia para profissionais de saúde. Porto Alegre, 2008. 228 p.
  • GAMEIRO, Carine Marques e FERREIRA, Isabel. Fiabilidade e Sensibilidade do Loewenstein Occupational Therapy Cognitive Assessmente (LOTCA). Re(habilitar) – Revista da ESSA, nº 2, Edições Colibri, 2006, pp. 55-67.
  • CONTI, Juliana. A interferência dos aspectos percepto-cognitivos nas atividades de vida diária e nas atividades instrumentais de vida diária, em clientes com seqüelas por lesão neurológica. ACTA FISIATR 2006; 13(2): 83-86.
  • FARIAS, Norma e BUCHALLA, Cassia Maria. A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde da Organização Mundial da Saúde: Conceitos, Usos e Perspectivas. Rev Bras Epidemiol 2005; 8(2): 187-93.
  • CICONELLI, R. M., FERRAZ, M. B., SANTOS, W., MEINÃO, I., QUARESMA, R. M. Tradução para a língua portuguesa e validação do questionário genérico de avaliação de qualidade de vida SF-36 (Brasil SF-36). Ver Bras Reumatol – Vol 39 – Nº 3 – Mai/Jun, 1999
  • Grieve J, Gnanasekaran L. Neuropsicologia para terapeutas ocupacionais. 3.ed. São Paulo: Santos - Grupo GEN, 2011
  • Moore AA et al. A Randomized Trial of Office-based Screening for Common Problems in Older Persons. The American Journal of Medicine 1997; 102: 371-8.
  • Crook TH, Feger EP, Larrabee GJ. Assessment of memory complaints In: Ageassociated memory impairment: the MAC-Q. International Psychogeriatry 1992; 4: 165-76.
  • NORKIN, C. C., WITHE, D. J. Medida do Movimento Articular: Manual de Goniometria. 2. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
  • RIBERTO, M.; MIYAZAKI, M. H; JUCÁ, S. S. H; SAKAMOTO, H.; PINTO, P. P.; BATTISTELLA, L. R.,Validação da versão brasileira da Medida de Independência Funcional / Validat

Bibliografia Complementar:

  • Organização Mundial da Saúde. Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. Lisboa, 2004.
  • Van Der Lee JH et al. Improving the Action Research Arm Test: a unidimensional hierarchical scale. Clinical Rehabilitation 2002; 16:646-53
  • Yozbatiran N et al. A Standardized Approach to Performing the Action Research Arm Test. Neuroreahbilitation and Neural Repair 2008; 22(1):78-90.
  • Lachs MS et al. A Simple procedure for general screening for functional disability in elderly patients. Annals of Internal Medicine 1990; 112(9): 699-706.
  • COELHO, Z. A.; REZENDE, M. B.; Atraso no Desenvolvimento. In: CAVALCANTI, Alessandra; Galvão, Cláudia. Terapia Ocupacional: Fundamentação e Prática. Rio de Janeiro, 2007 Ed. Guanabara Koogan
  • MANCINI, M. C.; MELLO, M. A. F.; Métodos e técnicas de Avaliação nas áreas de desempenho ocupacional. In: CAVALCANTI, Alessandra; Galvão, Cláudia. Terapia Ocupacional: Fundamentação e Prática. Rio de Janeiro, 2007 Ed. Guanabara Koogan

Página gerada em 14/11/2019 04:31:42 (consulta levou 0.087732s)