Nome da Disciplina
ANÁLISE DE BACIAS SEDIMENTARES
CÓDIGO
0800108
Carga Horária
68 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Origem, classificação e potencial petrolífero de bacias sedimentares. Tipos de bacias sedimentares em relação ao regime tectônico. Análise integrada de dados geológicos, geoquímicos e geofísicos para a exploração de petróleo. Análise estratigráfica: estratigrafia de sequências, sismostratigrafia, biostratigrafia e mapas estratigráficos. Interpretação exploratória integrada de bacias. Estudo de bacias brasileiras e internacionais.

Objetivos

Objetivo Geral:

aplicar os métodos geológicos no estudo da formação e evolução de bacias sedimentares no contexto do petróleo

 

Objetivos Específicos:

o aluno deverá desenvolver a capacidade de compreender as bacias sedimentares de diversos pontos de vista, como: litoestratigrafia, bioestratigrafia, análises de fácies, estratigrafia de sequências, geoquímica de isótopos estáveis, geoquímica orgânica, geofísica, petrofísica, geologia estrutural, com o objetivo de identificar as rochas geradoras, avaliar o potencial de geração da bacia, bem como avaliar a localização e disposição 3D de armadilhas para petróleo e gás.

Conteúdo Programático

• Introdução à tectônica de bacias sedimentares.
• Tipos de bacias sedimentares em relação ao regime tectônico: extensional, compressivo, transcorrente.
• Origem, classificação e potencial petrolífero de bacias sedimentares.
• Análise integrada de dados geológicos clássicos, geoquímicos e geofísicos para a exploração de petróleo.
• Análise estratigráfica: estratigrafia de sequências, sismostratigrafia, biostratigrafia e mapas estratigráficos.
• Interpretação exploratória integrada das bacias brasileiras.
• Estudo e reconhecimentos dos sistemas petrolíferos de bacias brasileiras e internacionais

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ALLEN, P. A. & ALLEN J.P. 2013. Basin Analysis: Principles and Application to Petroleum Play Assessent. 3ª Ed. Wiley-Blacwell. 619 p.
  • MILANI, E. J. 2007. Cartas Estratigráficas das Bacias Sedimentares Brasileiras. Boletim Técnico da Produção de Petróleo da PETROBRAS. Vol. 2, N°1. 571 p.
  • Miall, A. D. 1999. Principles of sedimentary basin analysis. Springer Verlag, Berlin, 616 p.

Bibliografia Complementar:

  • Demaison, G. & Murris, R.J. (eds) 1984. Petroleum Geochemistry and Basin Evaluation. AAPG Memoir 35, 426pp.
  • Force, E. R., Eidel, J.J. & Maynard, J. B. (Eds). 1991. Sedimentary and diagenetic mineral deposits: a basin analysis approach to exploration. Society of Economic Geologist, Reviews in Economic Geology, vol. 5, 216 p.
  • Kyser, K. (Ed.) 2000. Fluids and basin evolution. Mineralogical Association of Canada, Calgary, 262 p

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2018 / 2 30 11 Engenharia de Petróleo (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEX08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
GIOVANI MATTE CIOCCARI
Professor responsável pela turma

Página gerada em 16/12/2018 20:49:07 (consulta levou 0.080129s)