Nome da Disciplina
CIÊNCIA AMBIENTAL APLICADA À TEC. ALIMENTOS
CÓDIGO
0390156
Carga Horária
68 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Importância do tratamento de efluentes na agroindústria alimentar; Poluição da agroindústria alimentar: Definições; Aspectos econômicos e sociais do controle da poluição; Conceito de desenvolvimento Sustentável; Tratamento de efluentes nas Normas internacionais de qualidade; Legislação ambiental; Efeitos no meio ambiente das principais substâncias presentes nos resíduos; Parâmetros de poluição hídrica; Autodepuração dos cursos d´água e eutrofização; Fundamentos de biodegradação; Sistemas de tratamento: Tratamento preliminar, tratamento primário, tratamento secundário e tratamento terciário de efluentes; Tratamento de resíduos sólidos; Tratamento de água.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conhecer a tecnologia do tratamento de águas e resíduos industriais.

 

Objetivos Específicos:

Conhecer os conceitos relacionados à área;
Conhecer as principais análises físico-químicas para efluentes industriais;
Conhecer os principais métodos e processos de tratamento de efluentes;
Apontar a importância dos resíduos na indústria de alimentos;
Conhecer os métodos avançados e as necessidades atuais e futuras de desenvolvimento de tecnologia de baixo custo econômico e ecológico, no tratamento de efluentes.

Conteúdo Programático

UNIDADE 1. Noções básicas de tratamento de águas e resíduos industriais (efluentes)
1.1 Introdução ao tratamento de Efluentes
1.1.2 Conceito, tipos, quantidades produzidas e qualidade dos efluentes gerados
1.1.3 Por que tratar Efluentes
1.1.4 Como tratar Efluentes
1.1.5 Tratamento Preliminar, tratamento Primário, tratamento Secundário e tratamento Terciário ou Avançado
1.1.6 Características dos esgotos
1.1.7 Características físicas, químicas e biológicas
UNIDADE 2. Autodepuração dos cursos d´água e Eutrofização
UNIDADE 3. Importância do tratamento de efluentes no controle de qualidade das indústrias
3.1. Poluição agroindustrial. Definições;
3.3. Aspectos econômicos e sociais do controle de poluição Agroindustrial – Conceito de desenvolvimento Sustentável
3.4. O tratamento de efluentes da agroindústria nas Normas internacionais de qualidade;
3.5. Legislação ambiental;
3.6. Efeitos no meio ambiente, das principais substâncias presentes nos resíduos.
UNIDADE 4. Parâmetros de poluição hídrica (unidade teórico/prática)
4.1. Padrões de qualidade ambiental;
4.2. Caracterização dos parâmetros de poluição hídrica;
4.3. Padrões de qualidade e de emissão;
4.4. Análises físico-químicas de efluentes industriais;
4.5. Técnicas de amostragem;
4.6. Parâmetros analíticos de controle e monitoramento de estações de tratamento de efluentes.
UNIDADE 5. Sistemas de tratamento
5.1. Tratamento preliminar de efluentes
5.1.1. Coleta e transporte dos efluentes no interior da fábrica;
5.1.2. Determinação das vazões hidrógrafo;
5.1.3. Gradeamento e peneiramento;
5.1.4. Remoção de óleos e gorduras;
5.1.5. Equalização, neutralização e homogeneização de efluentes;
5.2. Tratamento primário de efluentes
5.2.1. Precipitação química;
5.2.2. Sedimentação. Decantação;
5.2.3. Flotação;
5.2.4. Processos complementares do tratamento primário: filtração, absorção, desinfecção;
5.2.5. Processos avançados de tratamento primário: ultrafiltração, troca iônica, processos de membranas;
5.2.6.Desidratação de iodo primário. Condicionamento de iodo, filtração à vácuo, centrifugação, filtração sob pressão. Leitos de secagem.
UNIDADE 6. Tratamento secundário de efluentes (filtros biológicos, lagoas de estabilização, lodos ativados)
6.1. Biodegradação
6.2. Tratamento biológico dos efluentes;
6.3. Características gerais dos microorganismos aplicadas ao tratamento biológico;
6.4. Processos biológicos aeróbios;
6.5. Processos biológicos anaeróbios;
UNIDADE 7. Tratamento terciário (Lagoas de maturação, desinfecção, remoção de nutrientes e complexos orgânicos)
7.1. Remoção de nitrogênio;
7.2. Remoção de fósforo.
UNIDADE 8. Resíduos sólidos
8.1.Conceitos e definições;
8.2. Formas e tipos de resíduos;
8.3. Geração de resíduos sólidos. Impactos ambientais;
8.4. Legislação ambiental relativa à coleta, transporte e disposição final de resíduos sólidos;
8.5. Processos de tratamento e de disposição final;
8.5.1. Recuperação de subprodutos (matadouros e frigoríficos, curtumes, cervejarias e pescado)
8.6. Valorização dos resíduos sólidos;
UNIDADE 9. Tratamento de água na indústria de alimentos
9.1. Clarificação
9.2. Desinfecção
9.3. Abrandamento com cal (cal, cal e barrilha, cal a quente)
9.4. Filtração

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • PACHECO, J. W. e YAMANAKA, H. T. Guia técnico ambiental abate (bovino e suíno) – série P + L, São Paulo: CETESB, disponível em: 2008.
  • DREW PRODUTOS QUÍMICOS. Princípios de Tratamento de Água Industrial. São Paulo: Drew Produtos Químicos Ltda. 1979.
  • SANTOS, M. S. E RIBEIRO, F. M. Guia técnico ambiental cervejas e refrigerantes – série P + L, São Paulo: CETESB, disponível em: 2005.

Bibliografia Complementar:

  • PACHECO, J. W. Guia técnico de frigorífico – industrização de carnes (bovina e suína)– série P + L, São Paulo: CETESB, disponível em: 2006.
  • BRAILE, P. M. Manual de Tratamento de Águas Residuárias Industriais, Editado pela CETESB, 1979.
  • ECKENFELDER, J. W. W. Industrial Water Pollution Control, McGraw Hill, 2a. Edição, 1989.
  • McBEAN, E.; ROVERS, F. A.; FARQUHAR, G. J. Solid Waste Landfill Engineering and Design. Prentice Hall PTR, New Jersey, 1995.
  • SPERLING, M. V. Lodos Ativados. In: Príncipios do Tratamento Biológico de Águas Residuárias, Universidade Federal de Minas Gerais, v.2, 1997.

Página gerada em 13/12/2018 23:48:50 (consulta levou 0.083726s)