Nome do Projeto
Grupo de Estudos Foucault IV - Os anormais
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
12/04/2016 - 23/12/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Resumo
Ao se pensar na operacionalização do conceito de poder, é produtivo adotar as noções de sociedade de soberania e sociedade de normalização, pois estas duas noções acionam distintas formas de poder, a saber: soberano, disciplinar e controle.

Objetivo Geral

Abordar o problema dos indivíduos considerados perigosos que no século XIX foram chamados de "anormais".

Justificativa

A sociedade de normalização divide os indivíduos em normal X anormal. A existência do anormal é necessário, para a legitimação do dito normal. Para Foucault (2010, p.51): "a genealogia do indivíduo anormal nos remete a estas três figuras: o monstro, o incorrigível, o onanista".

Metodologia

Estudo bibliográfico das principais obras do filósofo francês que tratam da questão da sociedade de normalização, dando ênfase ao curso 'Os Anormais' (1974-1975).

Resultados Esperados

Como resultado, esperamos construir na construção de um discurso mais consistente acerca do papel dos anormais, na sociedade. Consequentemente, esmiuçar o surgimento da sociedade de normalização, e o papel fundamental atribuído ao poder medical. Os impactos esperados, estão atrelados à busca de uma formação mais consistente do discurso médico-jurídico, acerca dos ditos anormais.

Indicadores, Metas e Resultados

O Grupo de Estudos Foucault surgiu no mês de maio de 2013, como estratégia para aprofundar os estudos acerca do pensamento do filósofo francês, Paul-Michel Foucault (1926-1984).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DAVID INÁCIO NASCIMENTO204/10/201614/12/2016
Dirceu Arno Krüger Junior212/04/201623/12/2016
FLÁVIA FERREIRA TRINDADE212/04/201623/12/2016
KELIN VALEIRAO212/04/201623/12/2016
MONIQUE NAVARRO SOUZA2012/04/201623/12/2016
RAMONI GRAFF212/04/201623/12/2016
SONIA MARIA SCHIO212/04/201623/12/2016

Página gerada em 14/10/2019 20:42:35 (consulta levou 0.061062s)