Nome do Projeto
Você tem dúvida de quê?
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
24/04/2017 - 29/09/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Biologia Geral
Resumo
No ano de 2015 foi realizado o projeto de ensino intitulado “Você tem dúvida de quê?” Essa é uma nova versão desse projeto alterada conforme avaliação de 2015. Esse projeto busca uma forma alternativa de despertar o interesse dos alunos ingressantes pelo próprio curso e pelo conhecimento científico. No modelo tradicional de ensino/aprendizagem na universidade, o professor cumpre uma lista pré-estabelecida de conteúdos previstos no plano de ensino da disciplina que ministra, independente da identidade e da realidade da turma naquele semestre, independente dos interesses desses estudantes. Percebe-se que alguns alunos têm dificuldade de aprendizagem dentro desse modelo. Segundo Freire (2008), para ocorrer uma aprendizagem significativa é fundamental considerar a experiência social dos alunos e estabelecer uma intimidade entre essa experiência e os saberes curriculares. Também é comum ocorrer a castração da curiosidade, quando o professor entra em sala e apenas discursa sobre um conteúdo científico da sua área sem fazer uma contextualização. Hengemühle (2007) discute a importância de fazer o caminho inverso, ou seja, partir de um contexto para chegar ao conteúdo científico. Então, o que move o aluno a exercer essa atividade mental que o levará ao aprendizado verdadeiro? Alguns autores consideram que as perguntas são importantes no processo ensino/aprendizagem, e que o professor não deve chegar com todas as respostas prontas, respostas de perguntas que não foram elaboradas e que não foram desejadas. Para que os alunos possam elaborar perguntas é importante que eles façam uma leitura do mundo e para ajudar nessa leitura a alfabetização científica se torna importante. Ela também permite entender as necessidades de transformar o mundo para melhor (CHASSOT, 2010). Esse projeto une a curiosidade inata dos alunos com a orientação dos professores na busca pelo conhecimento.

Objetivo Geral

Ampliar o conhecimento dos alunos ingressantes de Ciências Biológicas sobre as áreas do curso , incentivando-os na busca ativa pelo conhecimento por meio da alfabetização científica

Justificativa

Quando ingressam no ensino superior espera-se que os alunos tenham escolhido o curso com o qual apresentam afinidade e que a busca pelo conhecimento seja algo desejado, natural e condicionante da vivência acadêmica. Contudo, é perceptível que alguns acadêmicos sentem-se desmotivados desde o início dos cursos de Ciências Biológicas Licenciatura e Bacharelado da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL). Esta desmotivação e resistência impactam diretamente no rendimento e condiciona a prática pedagógica do professor de ensino superior, instigando-o a entrar no circuito de transmissão-reprodução, ou por outro lado, a de romper com “status quo”, criando estratégias que possam ressignificar o ensino superior e a formação oportunizada. São vários motivos alegados para esta ausência de motivação para a aprendizagem, entre eles podemos citar a adaptação a uma nova realidade de ensino, distanciamento da família e cidade de origem e falta de um embasamento de conteúdo científico. No caso específico das Ciências Biológicas da UFPEL muitos alunos citam a organização da matriz curricular, onde, nos primeiros semestres predominam disciplinas que não são específicas da área das Ciências Biológicas, como cálculo e física.
Diante dessa realidade, esse projeto busca uma forma de propiciar aos acadêmicos a conhecerem melhor as áreas específicas do curso ainda no seu início e assim estimular a busca pelo conhecimento no campo de saber por eles escolhido de uma forma interessante, motivadora, agradável por meio da leitura de artigos científicos e sua discussão.

Metodologia

A pesquisa desenvolvida nesse projeto será do tipo participante (MINAYO, 1994).
O projeto iniciará com a divulgação da proposta nas turmas ingressantes dos cursos de Ciências Biológicas do Bacharelado e da Licenciatura da UFPEL do ano 2017.
Na inscrição o aluno deverá deverá responder a um questionário que visa identificar as áreas de interesse dos acadêmicos.
Com posse desses dados a coordenadora irá buscar no quadro docente do Instituto de Biologia professores que possam orientar os alunos.
Posteriormente serão realizados encontros entre orientadores e acadêmicos para a escolha de artigos científicos que ajudem no aprofundamento do conhecimento sobre tema escolhido.
Conforme orientação, os alunos farão a leitura dos artigos científicos e livros acadêmicos.
Serão realizados encontros semanais entre professores orientadores e alunos para discussão do tema escolhido com base nos referenciais teóricos.
Depois dessa fase, os alunos elaborarão um seminário com a orientação do seu professor.
As apresentações dos seminários ocorrerão no Instituto de Biologia, Campus Capão do Leão, das 12:30h às 13:30h. As sessões serão abertas a toda comunidade acadêmica.
No último dia dos seminários os participantes responderão a um questionário de avaliação final com perguntas fechadas, abertas e um espaço para sugestões para a próxima edição do projeto.
Os resultados serão apresentados na forma de artigo

Resultados Esperados

Vivência de uma forma alternativa do processo ensino e aprendizagem;
Formação de discentes críticos e ávidos pelo conhecimento e que colaborem para a construção de uma sociedade mais justa;
Despertar a consciência dos discentes sobre a importância dos conceitos científicos para a compreensão do meio em que vivem;
Formação de discentes autônomos e promotores de autonomia em seu meio social;
Criação de um maior entrosamento entre professores e acadêmicos do curso de ciências biológicas;
Promoção de uma análise crítica do processo ensino aprendizagem do curso de Ciências Biológicas da UFPEL;
Criação de propostas para um currículo mais próximo da expectativa da comunidade acadêmica.

Indicadores, Metas e Resultados

Esse projeto foi realizado em 2015 e resultou no artigo: ROCHA, M. P. LÜDTKE R., RODRIGUEZ R. C. M. C. O respeito pelos interesses dos acadêmicos na formação universitária: formação de cidadãos críticos por meio da alfabetização científica. Revista Brasileira de Ensino Superior, Passo Fundo, v. 2 n.2, p. 73-81, abr.-jun. 2016.

Os nomes de alunos e professores serão incluídos à medida que o projeto se desenvolve

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANA LOURENCO DA SILVA124/04/201729/09/2017
ALINE RICHTER324/04/201729/09/2017
ANA PAULA NUNES424/04/201729/09/2017
ANELISE VICENTINI KUSS124/04/201729/09/2017
AUGUSTO FRANTZ UBERTI124/04/201729/09/2017
BRUNO ACOSTA XAVIER224/04/201729/09/2017
CESAR JAEGER DREHMER224/04/201729/09/2017
CLEISSON SCHOSSLER GARCIA224/04/201729/09/2017
CRISTIANO AGRA ISERHARD124/04/201729/09/2017
EDISON ZEFA124/04/201729/09/2017
ELISA PICCOLO WERLANG224/04/201729/09/2017
FERNANDO FERNANDES DE OLIVEIRA NETO224/04/201729/09/2017
FILIPE OBELAR MARTINS224/04/201729/09/2017
FRANCELE DE ABREU CARLAN124/04/201729/09/2017
GABRIELLI FERNANDES RODRIGUES224/04/201729/09/2017
GLADIS AVER RIBEIRO124/04/201729/09/2017
GUSTAVO DA SILVEIRA DE CARVALHO224/04/201729/09/2017
IATHSA DE SOUZA RIBEIRO426/07/201704/08/2017
IZABEL CRISTINA CUSTODIO DE SOUZA124/04/201729/09/2017
JEAN CARLO PRIEBE JESKE226/07/201704/08/2017
JOSE EDUARDO FIGUEIREDO DORNELLES124/04/201729/09/2017
JULIA MEDEIROS MADRUGA326/07/201704/08/2017
JULIANA CORDEIRO124/04/201729/09/2017
JULIANA FERNANDES MONASSA224/04/201729/09/2017
JULIANA GABRIELA GERI MOREIRA226/07/201704/08/2017
JULIENE LOPES COSTA426/07/201704/08/2017
JÉSSICA EL KOURY SANTOS224/04/201729/09/2017
JÉSSICA MARQUES OBELAR RAMOS224/04/201729/09/2017
LARISSA BARRETO MATOS326/07/201704/08/2017
LAURA ECHER BARBIERI426/07/201704/08/2017
LAURA LUZ NUNES326/07/201704/08/2017
MARCO SILVA GOTTSCHALK124/04/201729/09/2017
MARCOS CÉSAR FAUSTINO626/07/201704/08/2017
MARIA RITA BAINY NUNES226/07/201704/08/2017
MARINA MASCHKE MARTINEZ326/07/201704/08/2017
MARLA PIUMBINI ROCHA624/04/201729/09/2017
MIRIAN ELERT DA SILVA224/04/201729/09/2017
MONICA LANER BLAUTH124/04/201729/09/2017
NICHOLAS FARIAS DA ROSA326/07/201704/08/2017
OLIVIER JEAN FRANCOIS BONNET124/04/201729/09/2017
PAOLA MENDES HARTWIG326/07/201704/08/2017
RAFAELA DE FREITAS RODRIGUES MENGUE DIMER224/04/201729/09/2017
RAQUEL LUDTKE224/04/201729/09/2017
RITA DE CASSIA MOREM COSSIO RODRIGUEZ124/04/201729/09/2017
ROBLEDO LIMA GIL124/04/201729/09/2017
ROSANGELA FERREIRA RODRIGUES124/04/201729/09/2017
STEFANIE BENTO MENA224/04/201729/09/2017
Sara Keske224/04/201729/09/2017
TACIANE SCHRODER JORGE224/04/201729/09/2017
THAIS GOTUZZO DE MENEZES MEDINA224/04/201729/09/2017
THAYNA LANER CARDOSO224/04/201729/09/2017
VICTOR RIBEIRO ACOSTA526/07/201704/08/2017
VICTORIA RAUPP ALVES224/04/201729/09/2017
VITOR RIBAS DO CARMO224/04/201729/09/2017

Página gerada em 14/12/2019 00:55:09 (consulta levou 0.049483s)