Nome do Projeto
BOCA HISTOLÓGICA: do Laboratório à Clínica
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
01/06/2017 - 31/12/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Resumo
A histologia bucal e embriologia (odontogênese) humana é um dos saberes fundamentais aos profissionais das áreas da saúde bucal, uma vez que fornece elementos importantes para a apropriação dos conhecimentos subsequentes, tais como fisiologia, patologia e odontopediatria, dentre outros. Por ser uma disciplina de ciência básica da saúde bucal, ofertada no segundo semestre da graduação do curso de Odontologia, não obstante sua relevância, ainda é vista com certa cautela e, por vezes, de aplicação limitada na profissão, pelos acadêmicos. No decorrer dos semestres seguintes, a aplicação desta disciplina é reconhecida por suas correlações com a clínica odontológica, entretanto a disponibilidade de tempo extra classe para seu estudo já expirou, pela demanda de outras disciplinas. Pelo exposto, o estudo continuado e paralelo dos conhecimentos abordados na disciplina de Histologia Bucal e Embriologia através da utilização de material descritivo de lâminas histológicas da disciplina, assistência a seminários sobre correlações clínicas da Histologia Bucal e atendimento extra classe, garantirão o vínculo com a disciplina, possibilitando diminuir insucessos ao final da mesma.

Objetivo Geral

Melhorar da qualidade do processo de ensino-aprendizagem da morfologia microscópica, culminando na diminuição à reprovação, retenção e evasão no curso de graduação de Odontologia, mediante a atuação direta do discente monitor no apoio ao desenvolvimento da disciplina de Histologia Bucal e Embriologia.

Justificativa

O conhecimento da histologia bucal e embriologia humana e seu vínculo com os processos de formação da face e dos tecidos dentários e bucais (odontogênese) é fundamental para a compreensão da fisiologia humana e clínica odontológica. Para alcançar esta compreensão, sabe-se que o processo de aprendizado e conhecimento ocorre de forma mais sólida quando reforçado por atividades extra classe, consulta a material descritivo de aulas práticas, e seminários de correlações clínicas odontológicas, todas estas auxiliadas por acadêmicos que já cursaram a disciplina, torna possível a consolidação de conceitos previamente trabalhados em sala de aula. Ao fim, este conjunto de atividades melhoria da qualidade do processo de ensino-aprendizagem, tendo como prioridade o combate à reprovação, à retenção e à evasão nos cursos de graduação atendidos.

Metodologia

O presente projeto de ensino ocorrerá com as seguintes atividades:
1) O professor regente explicará aos alunos monitores sua metodologia de aulas teóricas e práticas, cronograma e horários;
2) Os alunos monitores terão uma semana para estudo individual sobre o assunto a ser abordado na semana seguinte, tendo após um encontro com o professor regente para alinhar todo e qualquer conceito a ser trabalhado na próxima aula-prática;
3) Nas aulas-práticas, os alunos monitores acompanharão as explanações do professor regente sobre as lâminas histológicas, e após, auxiliarão na elucidação de questionamentos feitos pelos discentes matriculados nas mesmas;
4) Os alunos monitores farão atendimento extraclasse em sala específica de monitoria, aos acadêmicos, de forma orientada;
5) Semanalmente, haverá reunião entre monitores e coordenador e colaboradores, para expor, encaminhar ou dizimar qualquer dúvida fruto dos atendimentos aos acadêmicos matriculados, bem como para orientá-los quanto às formas que podem ser utilizadas para facilitar o aprendizado;
6) Semanalmente os alunos monitores apresentarão a descrição histológica de pelo menos duas lâminas e/ou modelos anatômicos da coleção da disciplina de Histologia Bucal e Embriologia;
7) Quinzenalmente os alunos monitores apresentarão seminários abertos à comunidade acadêmica, com temas previamente definidos entre monitor e professores coordenador e colaboradores, tendo como principal tema correlações entre a Histologia bucal e embriologia (odontogênese) e a clínica odontológica;
8) Os discentes monitores, a critério do coordenador do projeto, poderão realizar o preparo de lâminas e modelos histológicos, bem como ministrar aulas teóricas, com a finalidade de melhorar o processo de ensino, foco deste projeto;
9) Os discentes monitores organizarão material didático da disciplina, elaborarão trabalhos e resumos para apresentá-los na SIEPE – UFPEL, objetivando apresentar os resultados do presente projeto de ensino.

Resultados Esperados

• Diminuir a evasão na disciplina de Histologia Bucal e Embriologia, ofertada ao curso de Odontologia;
• Aumentar os índices de aprovação na disciplina de Histologia Bucal e Embriologia, ofertada ao curso de Odontologia;
• Reforçar aos acadêmicos matriculados na disciplina de Histologia Bucal e Embriologia a estreita relação entre a disciplina e atividades profissionais odontológicas, vistas como correlações clínicas entre o laboratório de histologia e a cavidade oral humana.
• Ao final do projeto, os discentes monitores terão aprimorado seu conhecimento em Histologia bucal e embriologia (odontogênese), através da formação acadêmica desenvolvida nas atividades didáticas, apresentação de seminários e trabalhos acadêmicos; aumentando sua criticidade quanto ao processo de ensino/aprendizagem das ciências básicas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA PAULA NUNES401/06/201731/12/2017
ELIANE FREIRE ANTHONISEN201/06/201731/12/2017
IZABEL CRISTINA CUSTODIO DE SOUZA101/06/201731/12/2017
LUIS AUGUSTO XAVIER CRUZ201/06/201731/12/2017
LUIS OTAVIO LOBO CENTENO201/06/201731/12/2017
LUIZ FERNANDO MINELLO101/06/201731/12/2017
MARCOS PAULINO DA SILVA612/06/201731/12/2017
MATEUS COSTA SILVEIRA612/06/201731/12/2017
ROSANGELA FERREIRA RODRIGUES101/06/201731/12/2017

Página gerada em 20/07/2019 19:12:45 (consulta levou 0.042682s)