Nome do Projeto
Monitorias das disciplinas de Equações Diferenciais A e Cálculo Numérico e Aplicações para os cursos de engenharia da UFPel
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
02/06/2017 - 31/12/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Matemática
Resumo
As disciplinas básicas dos cursos de Engenharia da Universidade Federal de Pelotas são de extrema importância para o aluno que deseja alcançar o título de engenheiro, contudo são disciplinas que exigem um alto grau de compenetração, dedicação e maturidade dos estudantes. Entre essas disciplinas básicas, pode-se dizer que Equações Diferenciais A e Cálculo Numérico e Aplicações representam parte crucial do ensino devido as inúmeras aplicações na área e que são essenciais para a formação do futuro engenheiro. Essas disciplinas são ministradas para alunos em etapas intermediárias dos cursos e muitos iniciam tais disciplinas sem terem desenvolvido estruturas cognitivas relacionadas à interpretação da linguagem matemática, à compreensão de conceitos básicos e de conteúdos que são pré requisitos. Além disso, tem-se o problema de que as turmas dessas disciplinas são enormes (aproximadamente 60 alunos), o que dificulta o trabalho do professor de conseguir explorar a potencialidade de cada aluno. Diante desses fatos, observa-se dificuldades em habilidades de reflexão, exploração e dedução, fazendo com que boa parte deles não alcancem o mínimo exigido. Portanto, é essencial a presença de monitores para auxiliar os alunos das disciplinas de Equações Diferenciais A e Cálculo Numérico e Aplicações a transpor suas dificuldades e obtendo, como consequência, um aumento no índice de aprovação e uma diminuição no índice de evasão nessas disciplinas.

Objetivo Geral

Aprofundar a teoria dos temas associados às disciplinas de Equações Diferenciais A e Cálculo Numérico e Aplicações;
Dar suporte (presencial e à distância) ao aluno que apresente dificuldades em conteúdos básicos anteriores no curso
de graduação bem como
em conteúdos referentes às disciplinas de Equações Diferenciais A e Cálculo Numérico e Aplicações;
Aprimorar a qualidade de ensino das disciplinas, uma vez que favorece a adoção de novas metodologias de ensino,
bem como impulsiona o exercício da pesquisa acadêmica, permitindo uma contínua associação entre teoria e prática;
Favorecer o contato entre os monitores e os alunos.

Justificativa

Nos cursos de Engenharia, o foco da disciplina de Equações Diferenciais A é o estudo de equações e sistemas de
equações que envolvem derivadas, aborda problemas em vários campos da ciência e da engenharia e cuja análise das
soluções são essenciais para interpretar e prever os processos que estão sendo analisados. Os conceitos que
englobam as equações diferenciais são complexos e exigem um certo grau de abstração para serem
compreendidos.Para compreender um determinando problema, é preciso a análise da sua solução. Porém, nem todos
os problemas possuem uma solução analítica, para isso, é necessário a utilização da teoria do Cálculo Numérico e
Aplicações para a análise do problema. As disciplinas de Equações Diferenciais A e Cálculo Numérico e Aplicações são
muito complexas para os estudantes de engenharia que não possuem uma boa base em análise numérica e nem nas
disciplinas anteriores.
Os conteúdos dessas disciplinas necessitam ser tratados adotando–se a construção dos conceitos e procurando ter
sempre uma motivação que não necessariamente esteja ligada a problemas práticos, mas a problemas de
desenvolvimento do próprio conteúdo. A partir da observação desses problemas, a contribuição de monitores, seria
importante, pois eles auxiliariam no desenvolvimento cognitivo através de discussão de saberes, nas dificuldades dos
conteúdos dessas disciplinas bem como na deficiência de conteúdos básicos necessários para o entendimento das
mesmas, no trabalho extraclasse do professor e na utilização de software que são importantes no processo de ensinoaprendizagem.
Assim, os estudantes ganham qualitativamente, pois o monitor reúne favoráveis condições de se tornar
um vetor motivacional no processo de ensino-aprendizagem. O monitor também beneficia-se, pois intensifica seu
relacionamento com alunos e professores, favorecendo seu interesse pelo ensino e pela pesquisa e a consequente
construção de competências necessárias a sua atuação acadêmico-profissional.

Metodologia

• Reuniões semanais de estudo e aprofundamento entre os professores (coordenador e colaboradores) e os monitores
dos temas desenvolvidos nas disciplinas, conforme bibliografia previamente selecionada;
• Dar continuidade ao projeto de ensino (monitoria) dos anos anteriores, na elaboração de resumos e listas de exercícios para
serem resolvidas e entregues de forma digital ou impressa. Também um relatório contendo os tópicos de maior
dificuldade dos estudantes, tanto dos conteúdos básicos quanto dos específicos da disciplina;
• Monitoria presencial em horários e turnos diferentes da disciplina para os alunos poderem participar. Pretende-se
reservar no mínimo uma hora para monitoria à distância, em que o monitor atenderá o aluno através de um ambiente
virtual;
• Ao final da disciplina, levantamento de aprovações de alunos frequentes na monitoria;
• O monitor da Disciplina de Equações Diferenciais A deverá auxiliar alunos de pelo menos 5 turmas, com uma média
de 60 alunos cada turma, do Centro de Engenharias. Porém estará à disposição para qualquer aluno desta Instituição;
• O monitor da Disciplina de Cálculo Numérico e Aplicações deverá auxiliar alunos de pelo menos 3 turmas, com uma
média de 50 alunos cada turma, do Centro de Engenharias. Porém estará à disposição para qualquer aluno desta
Instituição;
• Participação dos monitores em eventos acadêmicos pertinentes.

Resultados Esperados

Espera-se que o projeto de monitorias diminua os índices de reprovação e evasão das disciplinas de Equações
Diferenciais A e Cálculo Numérico e Aplicações dos cursos de Engenharia dessa Universidade.
Acredita-se que as estratégias e intervenções que contribuam para o desenvolvimento de aprendizagem significativa,
levando os alunos a usarem o conhecimento matemático para perceberem a realidade sob diferentes pontos de vista e
proporem formas alternativas de resolver os problemas com os quais lidam, faça com que esses alunos obtenham
maior sucesso na vida acadêmica, em especial nas disciplinas específicas de seus cursos. Pretende-se ainda contribuir
para que as atividades de monitoria venham no sentido de diminuir a sensação de impotência e perplexidade e até de
incapacidade cognitiva que muitos alunos expressam quando diante dos conceitos nos primeiros cursos de cálculo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CARLOS EDUARDO ESPINOSA402/06/201731/12/2017
GUILHERME JAHNECKE WEYMAR402/06/201731/12/2017
KARIN LUCIANO BRIZOLA SIMONATO402/06/201731/12/2017
LETICIA TONETTO402/06/201731/12/2017
MARCELO SCHRAMM802/06/201731/12/2017
MARCUS VINICIUS DA SILVA MAGALHAES1108/06/201731/12/2017

Página gerada em 05/12/2019 15:37:10 (atualização a cada 15 minutos)