Nome do Projeto
Fundamentos da Linguagem Visual
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
05/06/2017 - 28/05/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes - Artes
Resumo
O projeto evidencia e ressalta a importância da figura do monitor voluntário e bolsista para atuar juntos aos ingressantes do Curso de Bacharelado em Artes na disciplina de Fundamentos da Linguagem Visual I e II. uma vez acolhe em média 25 estudantes por turma e é considerada o processo de alfabetização, no que tange a inicialização aos elementos da linguagem visual no espaço bidimensional.

Objetivo Geral

Intaurar os processo de monitoria na disciplina de Fundamentos da Linguagem Visual por meio de práticas de mediação dos processos práticos e teoricos evidenciados no plano e desenvolvidos pela professora ministrante destuinado aos ingressantes no Curso de Bacharelado a adquirir subsidios teóricos e técnicos para desenvolver a práxis.

Justificativa

Tendo em vista, um cronograma extensivo que norteia prática e teoria em torno da exploração dos elementos da linguagem visual, ou seja ponto, linha sobre o plano na disciplina de
Fundamentos da Linguagem Visual I e II a monitoria auxilia os alunos ingressantes a articular as leituras, as discussões e os trabalhos práticos do programa da disciplina. O colega monitor tem sido peça importante no ensino aprendizagem dos alunos ingressantes porque revela-se um mediador que conecta aluno, conteudo e professsor a partir de sua experiência e cumplicidade com os colegas calouros, Igualmente, pode auxili-alos em aula, como também em encontros extra-classes, grupos de estudos que estendem o espaço formal. As aulas continuam a ser ministradas em encontros conduzidos pela monitoria. Assim abre-se as possibilidades de abordar os conteudos ao estudo sobre do fenômeno perceptivo a partir de
diferentes teorias e produções visuais, tampouco compartilhar bibliografias que tenham como fonte de
estudo diferentes temática, que nos revelem os distintos modos de olhar e perceber.

Metodologia

Atuação na sala de aula mediando os conteúrdos desenvolvidos e auxiliando nas práticas e na reflexão; encontros com a professora ministrante para orientação sobre as proposições e dúvidas do monitor; realização de material audiovisual e revisão de materiais realizados tendo em vista a atualização dos mesmos e a contribuição dos monitores; desenvolvimento de leituras coletivas na sala de aula e em encontros extra-classe; encontros de estudos agendados previamente com indicação de textos sobre percepção visual para
serem lidos e discutidos na sala de aula e extra-classe; organização de um banco de dados digital com textos em PDF em revistas e periódicos sobre
o assunto, como também imagens que subsidiem os conteudos no escopo da arte; levantamento bibliográfico e referências que atualizem os estudos; organização de conversas com
convidados que tenham conhecimento sobre o assunto estudado; amostragem de videos e imagens de produções
artísticas, que tenham como temática aspectos formais e semânticos, a partir de diferentes modos de conjugar os elementos da linguagem visual. Realização leitura de textos científicos, textos de artistas, poesia,
contos, ensaios, entre outros que revelem pontos de vista distintos sobre o assunto; instauração de ações de acompanhamento e orientação a cada aluno que solicitar durante as aulas e em outros momentos em dias e horários pré-determinado .

Resultados Esperados

Os estudantes terão acesso a diferentes bibliografias e produções artísticas que auxiliarão na elaboração do
conhecimento e na constituição de referências, para a constituição de suas poéticas artísticas, bem como para a leitura,
análise e elaboração de reflexões sobre diferentes produções artísticas nas disciplinas de Fundamentos da Linguagem
Visual I e II e nas disciplinas de atelier , sob orientação da professora ministrante e dos colegas monitores. Espera-se também, que com o auxilio do colega monitor haja menos evasão em função do acompanhamento especifico do professor e dos demais colegas monitores. Pois as dificuldades enfrentadas pelos ingressantes em adquirir repertório próprio da área e também desenvolver os processos técnicos pertinente aos meios utilizados para os desenvolvimento da práxis, podem ser minimizados se na sala de aula outros estudantes com experiência possam compartilhar seus modos de apreender e articular a práxis. Igualmente, com a presença do colega monitor o ensino aprendizado é perpassado pela voz de um estudante que revela-se mais experiente como o professor. mas não tão distante, informalizando todo o processo e permitindo brechas para outros modos de conceber e abordar o conhecimento partilhado nos semestres, correspondentes a Fundamentos da Linguagem Visual I e II.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
EDUARDA AZEVEDO GONCALVES2005/06/201728/05/2018
Joana Schneider805/06/201728/05/2018
MAÍRA PEREIRA MAKIYAMA805/06/201728/05/2018
ROGÉRIO VASCONCELOS DO NASCIMENTO1005/06/201728/05/2018

Página gerada em 30/06/2022 16:22:57 (consulta levou 0.035533s)