Nome do Projeto
Vivências no Âmbito de Ensino-Aprendizagem em Disciplinas de Tecnologias de Origem Animal e Vegetal
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
01/05/2015 - 30/12/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Resumo
A vivência Ensino-Pedagógica do discente permite a melhora na qualidade do processo de Ensino-Aprendizagem, a fim de reduzir as evasões dos cursos de Bacharelado em Química de Alimentos e Superior de Tecnologia em Alimentos do Centro de Ciências Químicas, Farmacêuticas e de Alimentos. Permitindo uma maior vivência prática das disciplinas técnicas do curso, enaltecendo o espírito criativo, inovador e empreendedor do graduando. Além disso, este projeto permite que o aluno tenha uma maior fixação do conteúdo teórico associado as aulas práticas das disciplinas de Tecnologias de Alimentos de Origem Animal e Vegetal.

Objetivo Geral

Auxiliar no processo de Ensino- Aprendizagem do discente na Área de Tecnologia de Alimentos de Origem Animal e Vegetal, bem como incentivá-lo na permanência do curso de origem reduzindo a evasão.

Justificativa

O Curso de Bacharelado em Química de Alimentos e Superior de Tecnologia de Alimentos do Centro de Ciências Químicas, Farmacêuticas e de Alimentos contemplam juntos 136 discentes de graduação os quais apresentam em seus Projetos Pedagógicos diversas disciplinas na Área de Alimentos, entre as quais, podemos destacar: Conservação de alimentos I (0390112), Operações unitárias na Indústria de alimentos (0390113), Conservação de alimentos II (0390115), Alimentos de origem animal (0390117), Alimentos de origem vegetal (0390121), Desenvolvimento de novos produtos (0390088), Qualidade na indústria de alimentos (0390122), Tecnologia de óleos e gorduras (0390098), Tecnologia de chocolates, balas e caramelos (0390100), Tecnologia de pescado (0390101), Tecnologia de ovos (0390125), Tecnologia de bebidas I (0390126), Tecnologia de doces (0390127), Tecnologia de produtos cárneos (0390129), Tecnologia de produtos lácteos (0390130), Alimentos funcionais e para dietas especiais (0390131), Tecnologia de bebidas II (0390134), Tecnologia não convencionais aplicadas a alimentos (0390135), Tecnologia de rações (0390136).
O Laboratório de Processamento de Alimentos é uma ferramenta Didática-Pedagógica dentro dos cursos onde as aulas práticas das disciplinas acima citadas são ministradas, apresentando portanto um grande volume de trabalho semanal. A presença do monitor e vista como de fundamental importância para o auxílio ao docente na preparação de aulas práticas, manutenção e conservação do referido laboratório, bem como atuação no processo de aprimoramento pedagógico do discente.
A atuação do monitor no auxílio aprendizagem nas disciplinas de Tecnologias serve também como uma forma de incentivo da permanência do mesmo no curso, reduzindo os índices de evasão que é uma preocupação crescente no âmbito desta Universidade.

Metodologia


A presente proposta será realizada de acordo com as seguintes ações:

Reuniões semanais dos participantes do projeto para avaliação das disciplinas (conteúdos programáticos, metodologia e roteiros de aula prática);

Desenvolvimento e implantação de novos técnicas de Ensino-Aprendizagem na Área de Tecnologia de Alimentos de Origem animal e Vegetal;

Auxiliar nas Atividades Complementares e de Formação Livre dos demais discentes nas referidas disciplinas;

Avaliação do nível de satisfação dos discentes e docentes em relação ao projeto proposto;

Elaboração de artigos científicos, em parceria docente/discente para divulgação da experiência na referida monitoria no processo Ensino-Aprendizagem.

Resultados Esperados

Como resultado esperamos que haja uma melhora na participação dos discentes no processo de Ensino-Aprendizagem das disciplinas de Tecnologia dos cursos de Bacharelado em Química de Alimentos e Superior de Tecnologia em Alimentos e também uma maior permanência dos discentes nos referidos cursos.

Como impactos esperados citamos:

Manutenção da residência dos alunos nos cursos;

Redução do tempo médio de residência dos alunos nos cursos;

Adequação das disciplinas da Área Animal e Vegetal às novas descobertas e tendências científicas e tecnológicas;

Formação do graduando focada na aprendizagem interdisciplinar tornando apto a atuar na indústria, pesquisa e extensão.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FRANCIÉLE VARGAS DA SILVA2001/05/201530/12/2016
JOSIANE FREITAS CHIM201/05/201530/12/2016
NADIA CARBONERA301/05/201530/12/2016

Página gerada em 24/10/2021 05:50:27 (consulta levou 0.025207s)