Nome do Projeto
A RESILIÊNCIA COMO ESTRATÉGIA DE ENFRENTAMENTO PARA O SOBREVIVENTEAO CÂNCER
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
05/01/2009 - 06/07/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Médico-Cirúrgica
Resumo
Resumo: Introdução: Estamos no início do século XXI e os avanços tecnológicos têm ajudado na sobrevivência de pessoas com alguns tipos de câncer, quando diagnosticados precocemente. Acreditamos que a busca do diagnóstico precoce da doença é um fator determinante para o direcionamento do tratamento que poderá levar a sobrevivência e qualidade de vida, diminuindo o sofrimento do paciente oncológico e de sua família. O tempo médio de sobrevida desde o diagnóstico de acordo com o sexo é 72 meses para homens e 87 meses para mulheres, respectivamente. (ROWLAND, NOREEN, TESAURO, FEUER, 2001, p. 236). Além dos fatores biotecnológicos que auxiliam na sobrevivência dos pacientes oncológicos, acreditamos que ser sobrevivente ao câncer possui tanto elementos internos assim como os elementos externos ao indivíduo. Este entendimento vai ao encontro do conceito de resiliência proposto por MacCubbin, Thompson e MacCubbin (1996) no qual resiliência é o processo de adaptação aos eventos estressores que ultrapassa ao simples ajustamento, envolve a mudança de crenças e de visão de mundo aliada aos recursos internos com a família e aos externos com a comunidade com influencia espiritual. Objetivo geral: Compreender a construção da resiliência como estratégia de enfrentamento para o sobrevivente ao câncer por meio da análise etnográfica interpretativa. Metodologia: Esta pesquisa terá abordagem qualitativa com aspectos quantitativos. Os aspectos quantitativos do referido estudo serão pela aplicação da Escala de Resiliência, versão adaptada para o português da Escala de Resiliência de Wagnild e Young, (1993) por Pesce et al (2005), a pacientes oncológicos atendidos nos ambulatórios de oncologia (quimioterapia e radioterapia) do Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas que se encontram em seguimento de avaliação médica após seis meses do término dos tratamentos. Após classificados os pacientes resilientes, a estes será realizada a abordagem qualitativa com a aplicação de entrevista semi-estruturada e, também a construção do genograma e do ecomapa para contextualização dos informantes. Seguindo os princípios éticos e a Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde será apresentado os objetivos do estudo aos participantes, assegurado-lhes o anonimato e o livre acesso aos dados e aos resultados da pesquisa. Justificativa: A proposta de realizar este estudo tem origem na preocupação com a promoção da saúde na condição de ser um sobrevivente ao câncer, e em que medida, ser resiliente qualifica esta saúde e como este construto pode ser apreendido por outras pessoas nas mesmas condições de doença. Desse modo, o presente estudo é relevante e justifica-se a medida que consideramos imprescindível conhecer os atributos pessoais que qualificam as pessoas para ser resilientes e contribuem na sobrevivencia ao câncer por meio de mecanismos de proteção e o ajuste a nova vida. Resultados esperados: Estudar a resiliência do sobrevivente oncológico possibilitará uma prática de intervenção com foco no desenvolvimento de atributos individuais no cuidado a saúde uma vez entendemos que o enfrentamento positivo das adversidades pode ser apreendido.

Objetivo Geral

Objetivo Geral
Compreender a construção da resiliência como estratégia de enfrentamento para o sobrevivente ao câncer por meio da análise etnográfica interpretativa.
Objetivos Específicos
Conhecer o contexto do adoecer e sobreviver ao câncer;
Identificar os sobreviventes ao câncer que possuem a característica de ser resiliente;
Apreender os fatores de promoção de resiliência dos sobreviventes ao câncer;
Propiciar subsídios para a construção de estratégias de intervenção na promoção do enfrentamento as adversidades individuais do sobrevivente ao câncer.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
02
02
02
02
02
04
04
04
04
04
04
04
04
DÉBORA EDUARDA DUARTE DO AMARAL1201/09/201231/07/2013
WANESSA PASOLIUS WEXEL1201/08/201231/08/2012

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Recursos própriosR$ 0,00

Página gerada em 12/12/2018 12:24:34 (consulta levou 0.063705s)