Nome do Projeto
Bases para criação de uma Indicação Geográfica Protegida (IGP) da carne de caprinos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2010 - 01/03/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Zootecnia
Resumo
O projeto tem como objetivo geral caracterizar o sistema de produção e avaliar a influência da idade de abate seis e ou doze meses, sobre as características in vivo, da carcaça e da carne de caprinos naturalizados, procedentes da região das Palmas do município de Bagé, com vistas a construção de bases tecnológicas para criação de “marca de qualidade” para carne de caprino. Serão utilizados em torno de 25 caprinos machos em cada unidade de produção, que serão acompanhados do nascimento ao abate, onde a cada 28 dias serão coletadas medidas morfológicas in vivo. Quando os animais atingirem 6 e 12 meses, será retirado uma amostra de 10 animais em cada propriedade e abatidos. No dia do abate, os animais serão pesados individualmente, sendo ainda avaliadas as características morfológicas in vivo. Serão realizadas avaliações da carcaça e da carne, composição tecidual, análise sensorial, instrumental, química e sensorial da carne. O conhecimento do desempenho, os aspectos do crescimento e as características da carcaça e da carne de caprinos, poderão explicar o comportamento das características produtivas dos caprinos, criados em ambiente natural, bem como, subsidiar o desenvolvimento da atividade caprina na região das Palmas e criar as bases tecnológicas para um futuro processo de certificação de denominação de origem, bem como, instrumentalizar os produtores na definição de uma idade e peso ótimo de abate, definição de genótipos que atenda suas necessidades e as exigências do mercado consumidor.

Objetivo Geral

 Caracterização do sistema de produção de caprinos, aspectos sócio-econômicos e estratégias tecnológica-produtiva utilizada nos sistemas de produção;
 Caracterização e descrição florística da unidade experimental (espécies arbustivas, arbóreas e extrato herbáceo), da composição da dieta dos caprinos e avaliação da disponibilidade de matéria seca durante o experimento;
 Avaliar o desempenho produtivo (peso ao nascer, peso à desmama, ganho médio de peso) e medidas biométricas (avaliação in vivo: conformação, condição corporal, comprimento corporal, altura do posterior, altura do anterior, perímetro torácico e compacidade corporal) e eficiência bioeconômica (levantamento e análise dos custos de produção) de caprinos;
 Determinação do peso e idade ótima econômica de abate para as condições estudas;
 Avaliação das características de carcaça (peso da carcaça fria, conformação, estado de engorduramento, compacidade da carcaça, rendimento verdadeiro, etc.), de caprinos abatidos com seis e doze meses;
 Determinar o perfil metabólico a curva de crescimento e desenvolvimento corporal dos caprinos sacrificados com seis e doze meses;
 Verificar o efeito da idade sobre a avaliação in vivo e da carcaça dos caprinos sacrificados com seis e doze meses;
 Caracterizar a composição regional e os componentes corporais de cabritos de seis e doze meses;
 Relacionar e quantificar as características in vivo, com as da carcaça de caprinos;
 Avaliação da correlação das medidas biométricas (in vivo), na mensuração do peso vivo e em predizer características da carcaça de caprinos;
 Estimar correlações fenotípicas entre peso e características corporais de caprinos;
 Avaliação das características instrumentais, pH, cor, capacidade de retenção de água, maciez e sensorial da carne de cabrito com seis e doze meses de idade;
 Avaliação das características sensoriais da carne de caprinos, oriundos da região das Palmas, com seis e doze meses de idade;
 Determinação da composição química da carne de caprino abatido com seis e doze meses de idade;
 Criar um espaço de discussão entre produtores, indústria, instituições de ensino (UFPel), pesquisa (Embrapa Pecuária Sul) e extensão rural (Emater-Bagé), para fomentar e fortalecer a cadeia produtiva da carne de caprino na região;
 Oportunizar a participação de discentes das ciências agrárias, a fim de possibilitar-lhes o envolvimento com atividades de pesquisa e extensão rural.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
2
2
2
2
2
2
2
4
4
4
4
4
4
4

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00
CNPqR$ 0,00
EMBRAPAR$ 0,00
Outros organismos nacionaisR$ 0,00
Programa de Pós-Graduação em ZootecniaR$ 0,00

Página gerada em 12/12/2018 13:08:44 (consulta levou 0.078407s)