Nome do Projeto
Tratamento da otite externa por Staphylococcus aureus com Rosmarinus officinalis e Triticum vulgare
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/06/2010 - 01/06/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica Veterinária
Resumo
Estudos in vivo são necessários para avaliar as propriedades cicatrizantes, antissépticas e antiinflamatórias do Triticum vulgare e do Rosmarinus officinalis nos casos de otite externa, inicialmente em animais de laboratório, buscando resultados satisfatórios potencialmente aplicáveis para as espécies de animais domésticos e para o ser humano. Desta maneira este estudo objetiva determinar a eficácia dos extratos vegetais no tratamento da otite externa em animais experimentais. Serão utilizados ratos Wistar aleatoriamente divididos em seis grupos (A, B, C, D, E e F). Sob anestesia será produzida otite externa experimental em ambas as orelhas dos animais experimentais, sendo aquelas dos grupos A, B e E inoculadas com 0,1mL da suspensão de Staphylococcus aureus e as dos grupos C, D e F com 0,1mL de PBS. Após 24h as orelhas serão avaliadas segundo o escore descrito por Emgard & Hellstrom (1997). O tratamento será realizado uma vez ao dia durante sete dias, sendo que as orelhas direita dos animais dos grupos A e C receberão 0,1mL do extrato aquoso de R. officinalis, as dos grupos B e D 0,1mL do óleo essencial de R. officinalis e as dos grupos E e F 0,1mL de extrato aquoso de T. vulgare. As orelhas esquerdas serão tratadas com 0,1mL de propilenoglicol. Nos dias 1-3-5-7 os animais serão reavaliados segundo o escore de Emgard & Hellstrom (1997). Serão eutanasiados aos 2, 7 e 14 dias, animais de cada grupo para avaliação clínica e histopatológica.

Objetivo Geral

Objetivo geral: Determinar a eficácia dos extratos vegetais no tratamento da otite externa em animais experimentais. Objetivos específicos: Determinar a CIM do Rosmarinus officinalis L. e Triticum vulgare frente a isolados de Staphylococcus aureus; Avaliar a eficácia do Rosmarinus officinalis L. e Triticum vulgare no tratamento da otite externa infecciosa e não infecciosa; Analisar a morfologia tecidual do meato acústico externo após o tratamento com Rosmarinus officinalis L e Triticum vulgare.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
4
4
4
4
20
20

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00
CNPqR$ 0,00

Página gerada em 11/12/2018 14:26:35 (consulta levou 0.078886s)