Nome do Projeto
INFLUÊNCIA DE BRÁQUETES E TIPOS DE LIGADURA NO ACÚMULO MICROBIANO E NA DESMINERALIZAÇÃO DO ESMALTE ADJACENTE A PLACA PALATINAS ORTODÔNTICOS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
15/01/2011 - 15/01/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Ortodontia
Resumo
As lesões de cárie que se desenvolvem durante o tratamento ortodôntico fixo podem regredir após a remoção do aparelho, mas lesões extensas podem resultar em sequelas estéticas importantes, com necessidade de intervenção restauradora. Assim, a completa prevenção do desenvolvimento de lesões de cárie deveria ser um dos principais aspectos a serem observados durante o tratamento ortodôntico. Este estudo objetiva avaliar in situ o efeito do tipo de ligadura e tipo de bráquete ortodônticos na perda mineral e no acúmulo de biofilme adjacente a estes aparelhos. Voluntários (n=16) participarão do estudo, em um delineamento experimental do tipo duplo-cego e boca dividida para indução de cárie ao redor de braquetes ortodônticos por acúmulo de biofilme e exposição à sacarose. O estudo será conduzido em 01 fase de 14 dias. O fator em avaliação será tipo de bráquete ortodôntico+ligadura em 04 níveis: bráquete convencional + ligadura metálica; bráquete convencional + ligadura elástica; bráquete convencional com gancho + ligadura elástica; e bráquete auto-ligante. Desta forma serão obtidos 04 grupos os quais serão aleatoriamente alocados nos placa palatinas palatinos entre os voluntários. Durante a fase experimental, os voluntários usarão um placa palatina palatino contendo 04 cavidades (15 × 5 × 4 mm3), onde 03 discos de esmalte bovino (05 mm de diâmetro e 02 mm de altura) serão colocados em cada cavidade. Os discos serão montados de forma que as superfícies do esmalte fiquem 01 mm abaixo da superfície do aparelho para permitir o acúmulo de biofilme. Cada disco de esmalte alojado em uma cavidade do placa palatina receberá uma combinação de bráquete/tipo de ligadura, caracterizando um modelo boca-dividida. Os voluntários serão instruídos a escovar os dentes e os placa palatinas, exceto os discos de esmalte e bráquetes, durante 01 minuto, 03 vezes/dia com dentifrício fluoretado (1100 µg F/g, como NaF). Os voluntários serão instruídos a retirar os aparelhos e gotejar uma solução de sacarose 20 % sobre cada bloco de esmalte 08 vezes por dia. Ao final da fase experimental, o biofilme total formado sobre o os discos de esmalte e ao redor dos bráquetes, sob as ligaduras, será coletado, pesado, e avaliado microbiologicamente quanto à presença de microrganismos totais cultiváveis, estreptococos do grupo mutans e lactobacilos. Os discos de esmalte serão retirados dos aparelhos e avaliados quanto à desmineralização adjacente aos bráquetes por microdureza de secção transversal.Os dados obtidos serão submetidos à análise exploratória para seleção de modelo estatístico adequado. Para fins de análise, os voluntários serão considerados como blocos estatísticos e como unidades experimentais, sendo o número de voluntários calculado a partir da realização de estudo piloto, considerando nível de significância de 5% e poder do teste estatístico 80 %.

Objetivo Geral

Avaliar o efeito dos placa palatinas ortodônticos na perda mineral e no acúmulo de biofilme adjacente aos bráquetes ortodônticos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
2
2
3
3
5

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 12.000,00

Página gerada em 19/12/2018 11:50:32 (consulta levou 0.080352s)