Nome do Projeto
Identificação das proteínas de ligação da família Grb7 em complexos cumulus-oócito de Bovinos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2011 - 01/03/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Resumo
As proteínas de ligação da família Grb7 possuem a capacidade de se ligar a sítios específicos fosforilados de receptores do tipo tirosina quinase, regulando a ativação de rotas intracelulares ativadas por estes receptores, tais como migração, proliferação e diferenciação celular. Dentre os fatores que possuem receptores do tipo tirosina quinase podemos ressaltar o IGF-I, o FGF, o EGF, o VEGF e a Insulina. Neste trabalho, será conduzido um primeiro experimento, utilizando a técnica de PCR em tempo real para determinar a expressão relativa de RNAm para a família Grb7 em CCOs oriundos de folículos de diferentes tamanhos (1-3, 4-5, 6-8 e >8 mm). Posteriormente as células que compõem o CCO serão separadas a fim de determinar o local específico de expressão. Com a finalidade de caracterizar a população oocitária em estudo, será determinado o estágio de maturação nuclear desses grupos de CCOs após maturação in vitro durante 24h. Um segundo experimento será realizado, utilizando a técnica de imunohistoquímica, com o intuito de investigar a presença das proteínas da família Grb7 nos mesmos grupos de CCOs. Dependendo dos resultados, um novo experimento será conduzido utilizando a técnica de western blot, objetivando determinar se a expressão da proteina final também sofre a mesma influência. Dessa forma, este trabalho terá como objetivo estudar as proteínas da família Grb7 no gameta feminino, , bem como possibilitar conhecimentos prévios para o estudo de uma possível regulação das rotas intracelulares responsáveis pela capacitação e competência oocitária que são importantes para o entendimento da fisiologia ovariana.

Objetivo Geral

Investigar o perfil de expressão de mRNA e das proteínas de ligação da família Grb7 (Grb7, Grb10 e Grb14) em complexos cumulus oócito (CCO) oriundos de folículos em diferentes fases de desenvolvimento utilizando como modelo experimental a espécie bovina.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
2
4

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 0,00
Recursos própriosR$ 0,00

Página gerada em 11/12/2018 04:57:34 (consulta levou 0.085712s)