Nome do Projeto
FAMÍLIAS NA PRESENÇA DA DOENÇA RENAL CRÔNICA: interfaces do cuidado
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/06/2011 - 31/12/2016
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Médico-Cirúrgica
Resumo
As mudanças econômicas, políticas, sociais e culturais no cenário do país, ao longo do tempo, modificam as maneiras como indivíduos e coletividades estruturam suas vidas e escolhem determinados estilos de viver. Tais mudanças provocaram modificações significativas no perfil das enfermidades que atingem a população. Este cenário de transformações traz a ascensão às doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs) que na atualidade são consideradas um importante problema de saúde pública tanto em países desenvolvidos como em desenvolvimento e não desenvolvidos, sendo que estes últimos são mais carentes de políticas públicas (MEIRELES et al, 2007; BRASIL, 2008). As DCNTs são caracterizadas como problemas de saúde que acompanham os indivíduos por longo período de tempo, podendo apresentar momentos de piora (episódios agudos) ou melhora (BRASIL, 2008).Tem como objetivo geral Compreender as interfaces do cuidado com famílias na presença da doença renal crônica. Objetivos específicos:compreender a vivencia das famílias diante da experiência de ter um familiar com doença renal crônica em tratamento hemodialítico;investigar a família com um dos seus integrantes com doença renal crônica e sua relação com o trabalho rural e o corpo doente; Conhecer a influência da doença renal e do tratamento na dinâmica e funcionalidade familiar;Conhecer as redes de suporte social acessados pela família para o enfrentamento da doença renal crônica; Conhecer a utilização de terapias complementares por famílias de pacientes renais crônicos; Conhecer a vivência das famílias de pessoas com doença renal crônica acerca da assistência oferecida nas Unidades Básicas de Saúde; Conhecer o suporte da Estratégia de Saúde da Família para as famílias de doentes renais crônicos;Identificar as ações de prevenção desenvolvidas pela equipe de Estratégia de Saúde da Família em relação a doença crônica renal ;Identificar ações de prevenção e promoção do cuidado a saúde no serviço de terapia renal substitutiva. Este estudo se caracterizará por apresentar uma abordagem qualitativa com base no referencial metodológico da Teoria Fundamentada nos Dados (TFD) que objetiva captar o aspecto subjetivo das experiências sociais da pessoa. Neste trabalho foram desenvolvidos os passos iniciais da Teoria Fundamentada nos Dados, conforme sugerido por Strauss e Corbin (2008). A análise qualitativa de dados referentes aos profissionais da equipe multidisciplinar em saúde receberá análise de discurso. A pesquisa será realizada em Serviços de Nefrologia localizados no município de Pelotas, Estado do Rio Grande do Sul e nas unidades básicas de saúde do município . os resultados esperado são:Capacitar de bolsistas e alunos de graduação e pós-graduação qualificando recursos humanos;Gerar conhecimentos para a rede de Serviços de Saúde ; Orientar e co-orientar dissertação de mestrado ; apresentar trabalhos em eventos científicos regionais, nacionais e internacionais ;Publicar artigos oriundos da pesquisa em revistas indexadas.

Objetivo Geral

Objetivo geral

Compreender as interfaces do cuidado com famílias na presença da doença renal crônica.


Objetivos específicos

• Compreender a vivencia das famílias diante da experiência de ter um familiar com doença renal crônica em tratamento hemodialítico.
• Investigar a família com um dos seus integrantes com doença renal crônica e sua relação com o trabalho rural e o corpo doente;
• Conhecer a influência da doença renal e do tratamento na dinâmica e funcionalidade familiar;
• Conhecer as redes de suporte social acessados pela família para o enfrentamento da doença renal crônica;

• Conhecer a utilização de terapias complementares por famílias de pacientes renais crônicos;
• Conhecer a vivência das famílias de pessoas com doença renal crônica acerca da assistência oferecida nas Unidades Básicas de Saúde;
• Conhecer o suporte da Estratégia de Saúde da Família para as famílias de doentes renais crônicos;
• Identificar as ações de prevenção desenvolvidas pela equipe de Estratégia de Saúde da Família em relação a doença crônica renal ;
• Identificar ações de prevenção e promoção do cuidado a saúde no serviço de terapia renal substitutiva.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
01
02
02
02
02
02
02
02
DEBORA VIVIANE NEITZKE1201/08/201231/07/2013
TREICI MARQUES LECCE1201/08/201331/07/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00

Página gerada em 27/01/2021 05:08:23 (consulta levou 0.155060s)