Nome do Projeto
Anlage e sittliche Einsicht: sobre as disposições morais para a receptividade da consciência moral em Kant
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
24/05/2011 - 23/12/2013
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Filosofia
Resumo
Este projeto pretende concentrar-se na análise dos argumentos em Kant trata não só da fundamentação do princípio supremo da moralidade, a saber, a partir da figura do fato da razão, mas também na investigação dos pressupostos empírico-psicológicos da receptividade da consciência moral, disposições estas que são apresentadas unicamente na Introdução à Doutrina das Virtudes da MC, quais sejam: o sentimento moral, o respeito, a consciência e o amor pelos seres humanos. Além disso, pretendemos investigar se Kant mantém a coerência interna da sua concepção prático-moral ao introduzir figuras empíricas no seu projeto crítico-transcendental.

Objetivo Geral

Este projeto tem por objetivo:
a) investigar a argumentação kantiana acerca da fundamentação da consciência da lei moral enquanto fato da razão e a sua consequente aplicação aos seres racionais humanos através das disposições morais, as quais consistem, segundo Kant, no sentimento moral, na consciência, no respeito e no amor aos seres humanos;
b) reconstruir a argumentação referente à Crítica da Razão Prática em que é mostrado que a lei moral consiste no único e indubitável fato a priori da razão, de modo que Kant pensa ter demonstrado que a consciência do princípio moral é reconhecida necessariamente e universalmente por todo ser racional humano;
c) investigar em que consistem as disposições morais, quais as suas respectivas funções e o peso teórico destas figuras no interior da concepção prático-moral kantiana, pois em alguns trechos Kant parece afirmar que são as disposições morais que possibilitam o reconhecimento da obrigação e da necessidade em ter que agir moralmente; tese esta que contradiria os resultados dos escritos em que ele fundamenta o princípio da moralidade, a saber, a GMS e a KpV;
d) examinar se as disposições do sentimento moral e do respeito correspondem e se identificam com o móbil moral, o qual Kant denomina também como o único sentimento moral ou prático produzido a priori pela razão pura prática, a saber, o sentimento de respeito pela lei moral;
e) reconstruir os argumentos referentes à fundamentação do princípio moral exposta na KpV e à aplicação do mesmo na Metafísica dos Costumes para, então, investigar se e como é mantida a própria coerência interna da concepção prático-moral kantiana.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final

Página gerada em 17/12/2018 17:31:11 (consulta levou 0.078921s)