Nome do Projeto
AVALIAÇÃO DO SISTEMA SILVIPASTORIL COM Eucalyptus, COMO ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL DE PRODUÇÃO, EM ÁREAS DE PASTAGEM DEGRADADA, NA REGIÃO SUDOESTE DO RIO GRANDE DO SUL
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2009 - 01/03/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Silvicultura
Resumo
Na região sudeste do Rio Grande do Sul existe um grande número de propriedades rurais que se ocupam com a pecuária, onde práticas inadequadas de manejo as vem conduzindo a perda de sua capacidade produtiva. Por outro lado, a falta de madeira para consumo tnto na propriedade, quanto pela sociedade em geral, se faz sentir de forma cada vez mais intensa. As reservas de floresta natural não mais existem no centro sul do Brasil. A quantidade de plantios florestais é muito baixa, quando relacionados com a demanda. O plantio em pequenas e médias propriedades rurais podem representar um importante papel futuro, tanto na prodção de madeira, quanto para a preservação ambiental. Os sistemas Agroflorestais na modadlidade Silvipastoril, podem se constituir em grandes aliados ao produtor rural e por soncequência à sociedade. Este projeto tem sido fundadmentado sobre a ótica de que a produção de madeira deva ser incerida na propriedade como uma atividade normal, devendo ser definido o modelo para cada região e propriedade, de maneira que sejam melhoradas as condições sócio econômicas e ambientais no contexto de sua execução.

Objetivo Geral

OBJETIVOS

OBJETIVO GERAL:
Avaliar o Sistema Silvipastoril como alternativa sustentável de produção, contribuindo para a melhoria de qualidade de vida e permanência do produtor no campo, diversificando a base produtiva e preservando a biodiversidade natural dos campos.
Projetos agroflorestais, em terras hoje ocupadas apenas com lavouras ou pastagens, constituem uma opção em se obter ao mesmo tempo a oferta de madeira e alimentos e outros bens. A associação de árvores e pastagens torna-se, portanto, uma opção viável de se estabelecer na região Sudoeste do RS.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

1- Definir um modelo (arranjo espacial) de plantação florestal com Eucalyptus, consorciada com pecuária em solos arenosos, com pastagem nativa, suscetíveis a erosão, com viabilidade de implantação pelo produtor rural;

2- Avaliar a produção e qualidade de forragem nas faixas de 15 e 25 metros entre as faixas de Eucalyptus, em função do sombreamento e competição;

3- Avaliar a produtividade do Eucalyptus em diferentes densidades por há, no sistemas de faixas e sua influência sobre a fertilidade dos solos;

4- Avaliar a melhoria e a sustentabilidade da produção, resultantes da implantação do sistema Silvipastoril, sobre os solos com pastagem nativa melhorada, tradicionalmente manejado com pecuária;

5- Viabilizar a inserção da pequena e média propriedade rural na produção florestal;

6- Apresentar os resultados obtidos, aos agricultores da região, divulgando as vantagens dos sistemas silvipastoris, estimulando os mesmos a incorporarem o componente florestal em suas propriedades rurais, especialmente naquelas mais afetadas pela degradação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
4

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Despesas de materiais e viagem ressarcidos pela empresaR$ 0,00
Iniciativa privadaR$ 0,00

Página gerada em 19/12/2018 12:02:53 (consulta levou 0.082371s)