Nome do Projeto
Construção de uma intervenção para prevenir cárie em crianças por meio da mudança de comportamentos relacionados à saúde bucal
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2010 - 01/03/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Resumo
A cárie é o principal problema de saúde bucal e acomete aproximadamente 60% das crianças no Brasil. A doença tem efeito cumulativo e é responsável por impacto negativo na qualidade de vida das crianças e suas famílias, além de demandar custos aos serviços de saúde. O problema é passível de prevenção por meio de medidas coletivas e individuais efetivas, como acesso à água fluoretada, uso regular de dentifrício fluoretado e consumo reduzido de açúcares cariogênicos. Independente da fluoretação da água, a existência de grupos na população que concentram a maior parte do problema permanece, o que indica a necessidade de intervenções educativas. Metanálises e revisões sistemáticas apontam para a ausência ou baixa efetividade de intervenções educativas para prevenção de cárie. A maioria são intervenções tradicionais, que desconsideram o contexto sócio-cultural e os determinantes da regulação dos comportamentos. No geral, a qualidade metodológica dos estudos é fraca, as intervenções falham no planejamento prévio e embasamento teórico. É necessário desenvolver e implementar intervenções culturalmente apropriadas, bem planejadas e com abordagens mais efetivas. Recentemente, teorias para mudanças de comportamentos provenientes da psicologia têm embasado intervenções em saúde. A combinação da teoria de mudança de estágios de comportamentos com a abordagem da entrevista motivacional tem-se demonstrado uma estratégia promissora no alcance de maior efetividade das intervenções em saúde. Na área de saúde bucal, o tema é emergente e raros estudos foram realizados. O objetivo deste estudo é construir e avaliar em escala piloto uma proposta de intervenção culturalmente apropriada para prevenir cárie em crianças por meio da mudança de comportamentos, utilizando abordagem motivacional com seus familiares, em Pelotas, RS. Aintervenção possuirá dois componente articulados: i) ampliação de conhecimentos relacionados com a cárie e, ii) recomendações de medidas preventivas para prevenção ou controle da cárie, baseadas na literatura e em estudo piloto realizado previamente. A construção da proposta de intervenção ocorrerá em quatro etapas: 1) identificação dos padrões de comportamento relacionados à saúde bucal, por meio de um estudo quantitativo epidemiológico, com dados de 1.229 pares de mãe-filho, coletados previamente no estudo de saúde bucal da coorte de nascimentos de Pelotas 2004; 2) compreensão dos significados de saúde bucal, alimentação, crenças e práticas relacionadas à saúde bucal, identificando as barreiras e motivações com os cuidados relacionados à saúde bucal, por meio de um estudo qualitativo antropológico com 32 famílias de crianças com e sem cárie que participaram do estudo da coorte; 3) definição das mensagens e conteúdos voltados para as necessidades da população-alvo; 4) Avaliação em escala piloto e finalização da proposta de intervenção com 40 cuidadores de crianças selecionados em comunidades de Pelotas, RS.

Objetivo Geral

Objetivo Geral :Construir uma intervenção voltada para prevenção de cárie em crianças por meio da mudança de comportamentos relacionados à saúde bucal, em Pelotas, RS. Objetivos Específicos: 1. Investigar os padrões de comportamentos relacionados à saúde bucal de crianças e suas mães, através de um estudo quantitativo; 2. Conhecer os significados sobre saúde bucal e cárie, identificar as barreiras e motivações para os cuidados em saúde bucal de famílias com crianças, delimitando necessidades de aprendizagem, através de um estudo qualitativo; 3. Construir a proposta de intervenção; 4. Avaliar a intervenção em escala piloto e finalizar a proposta.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
12
ANDREIA MORALES CASCAES1201/03/201001/03/2014

Página gerada em 14/12/2018 08:53:29 (consulta levou 0.092018s)