Nome do Projeto
AVALIAÇÃO DA PRESENÇA DE DNA VIRAL DO HPV, EBV E DA PROTEÍNA P16 EM CARCINOMAS ESPINOCELULAR DE BOCA EM MULHERES SEM FATOR ETIOLÓGICO EVIDENTE
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/09/2011 - 01/09/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia
Resumo
O carcinoma espinocelular é a neoplasia maligna que mais acomete a cavidade bucal, representando mais de 90% de todas as neoplasias malignas dessa região (Jordan & Daley, 1997; Sapp et al., 1997), sendo a sexta dentre todas as neoplasias que afetam o ser humano (Parkin et al., 1993). Os maiores fatores de risco reconhecidos e associados ao desenvolvimento do carcinoma epidermóide são o uso de todas as formas de tabaco e o consumo do álcool (Jordan & Daley, 1997; Canto et al., 2002). A proporção homem/mulher para o câncer bucal é variável, com relatos que vão desde 2:1 (Brad et al., 2002) ou 3:1 (Neville et al., 2002) a até 7:1 em diferentes citações, sendo atualmente enfatizado na literatura que esta proporção vem diminuindo na medida em que o hábito de tabaco e álcool nas mulheres vem crescendo. Outros fatores etiológicos têm sido considerados para o desenvolvimento do câncer de boca no gênero feminino, quando não encontramos associação entre o aparecimento do carcinoma espinocelular de boca e fator de risco. Dentre eles, os mais importantes são os virais, particularmente o vírus HPV, além do EBV, os quais interferem diretamente na atividade proliferativa do epitélio de revestimento da mucosa bucal e em seu processo de diferenciação (Rennie et al., 1981; Rich & Radden, 1984; Neville, 2002). Observarmos casos de carcinomas espinocelulares em mulheres sem associação com os fatores etiológicos clássicos descritos na literatura em nosso Serviço de Diagnóstico. Por este motivo nos propusemos a avaliar, através da reação de PCR, a presença de HPV, EBV e da proteína p16 em carcinomas espinocelulares de boca em mulheres sem fatores predisponentes implicados envolvidos na carcinogênese, comparando os resultados com os encontrados em mulheres que apresentem fatores etiológicos conhecidos.

Objetivo Geral

Avaliar, através da reação de PCR, a presença de HPV e EBV em carcinomas espinocelulares de boca em mulheres sem fatores predisponentes envolvidos na carcinogênese, comparando os resultados com os encontrados em mulheres que apresentem fatores etiológicos conhecidos.
- Avaliar a expressão da proteína p16 nos carcinomas espinocelulares de boca em mulheres sem fatores predisponentes envolvidos na carcionogênese, comparando os resultados com os encontrados em mulheres que apresentem fatores etiológicos conhecidos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
1
2

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 1.000,00

Página gerada em 19/12/2018 11:50:38 (consulta levou 0.084885s)