Nome do Projeto
Neoplasmas mamários em cães e a relação com minerais séricos e níveis hematimétricos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/06/2011 - 01/06/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Resumo
Esforços estão sendo realizados para adoção de critérios que permitam a padronização do diagnóstico, o entendimento do comportamento biológico, a evolução tumoral e a avaliação de fatores prognósticos como morfologia, expressão de oncogenes e alterações gênicas. A dosagem de minerais está entre os indicadores prognósticos em pacientes oncológicos estudados, porém não se obteve nível de alteração estabelecido. Projeto será dividido em dois experimentos. O primeiro irá avaliar características descritivas de pacientes com neoplasias mamárias e estudo dos níveis de minerais, para isso os cães do estudo serão alocados em dois grupos, um com neoplasmas (Grupo 1) e outro com pacientes hígidos (Grupo 2). No Grupo 1 serão utilizados 53 cães com tumoração (nódulo (s)) em glândula mamária. Será mantido um grupo controle (Grupo2) composto de 28 cães, escolhidos ao acaso sem patologia tumoral clinicamente evidente. Serão realizados exames das massas tumorais avaliando aspectos morfológicos, localização anatômica dos tumores, e a presença de linfonodos reativos. Para avaliação sorológica dos níveis de cálcio e magnésio serão colhidas amostras dos cães do grupo 1 e 2, obtidas por punção venosa, para realização da técnica de espectrofotometria de absorbância (Espectrofotômetro 700plus (Fento®)), com a utilização dos seguintes kits comerciais do laboratório Labtest Diagnóstica S.A. para identificação de níveis de cálcio, ferro e de magnésio. Os animais do grupo1 serão submetidos à mastectomia para obtenção de peças tumorais para avaliação anatomopatológica, os neoplasmas serão divididos em quatro grupos: benignos (Grupo B), baixa malignidade (Grupo BM), malignidade intermediária (Grupo MI) e alta malignidade (Grupo AM). O segundo experimento analisará a variações nos níveis de cálcio e magnésio, antes e após a exserese de neoplasma.Os cães serão acompanhados durante 180 dias após o procedimento, exigindo-se um mínimo de 28 cães sem características de interferência no decorrer do tempo de experimento. Serão incluídos no estudo cães portadores de tumorações (nódulo(s)) mamárias, sendo considerados apenas os distúrbios confirmados como neoplasias após exame histopatológico. Esses animais serão submetidos à procedimento cirúrgico com a retirada total da massa tumoral e de todas as metástases regionais presentes. Para avaliação dos níveis de cálcio e magnésio serão coletadas amostras sanguíneas no dia zero (considerado o dia da cirurgia) prévio à cirurgia, no dia 60, e no dia 180, após o procedimento cirúrgico. Serão considerados os níveis fisiológicos por padrões determinados por Meyer et al (1995) e Kaneko et al, (1997) sendo os níveis fisiológicos de cálcio de 9,0 até 11,3mg/dl e de magnésio de 1,8 até 2,4mg/dl. Os cães serão submetidos à procedimento cirúrgico de exerese total das massas tumoral (seja por procedimento de nodulectomia, mastectomia regional ou radical uni ou bilateral), desta forma serão obtidas as peças tumorais para avaliação anatomopatológica. Considerando a morfologia dos tumores mediante características de histogênese, graus de diferenciação, índice mitótico, grau de invasividade e necrose. Utilizando a classificação descrita, os neoplasmas serão divididos em quatro grupos: benignos (Grupo B), baixa malignidade (Grupo BM), malignidade intermediária (Grupo MI) e alta malignidade (Grupo AM).

Objetivo Geral

O objetivo geral será detectar alterações nos níveis séricos de minerais como indicadores de malignidade de neoplasmas mamários.

Objetivos específicos:

- Determinar níveis de cálcio e magnésio sanguíneos em cães com neoplasmas mamários antes e após exserese;
- Analisar dados epidemiológicos em pacientes com neoplasmas mamários;
- Associar variação de níveis sanguíneos de cálcio e magnésio com a malignidade dos neoplasmas;
- Determinar os níveis de ferro sérico em pacientes com neoplasmas mamários antes e após a exerese, associando com anemia.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
1
1
1
1
1
2
2
2
2
2
2
28

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 5.000,00

Página gerada em 11/12/2018 05:56:48 (consulta levou 0.092803s)