Nome do Projeto
A RELAÇÃO DE PREÇOS DO PETRÓLEO, ETANOL E COMMODITIES AGRÍCOLAS: COMO ISSO OCORRE NO BRASIL?
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
12/12/2011 - 12/12/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Economia
Resumo
Os preços das principais commodities do agronegócio demonstraram instabilidade, com registros de declínios no longo prazo e de elevação nos últimos anos. As recentes mudanças de preços têm médias mais elevadas e variações mais amplas que as anteriores e são provocadas pelas relações de oferta e demanda e custos de produção. Do lado da demanda se observa altas motivadas pelo crescimento da população mundial, aumento do poder de consumo nos países em desenvolvimento, principalmente na China e Índia, e aumento da demanda por cultura para a produção de bioenergia. Do lado da oferta há reduções das quantidades produzidas ocasionadas por fatores climáticos, baixa nos estoques mundiais e reduções decorrentes do desvio do uso da terra para culturas destinadas à produção de bioenergia; Os preços aumentam também forçados por crescentes custos de produção resultantes da elevação dos preços dos insumos utilizados ao longo das cadeias agroindustriais, à exemplo do petróleo e outras fontes de energia Embora a nível internacional haja crescente número de trabalhos que mostram as influências do petróleo no mercado agroindustrial, no Brasil, ainda há escassez de conhecimento de como essa relação acontece. Neste estudo, invetiga-se a relação de preços entre petróleo, álcool e outras commodities agrícolas (soja e milho). A hipótese é que o efeito do preço do petróleo se transmita diretamente para as commodities agrícolas (soja e milho) sem a interferência significativa do etanol, como ocorre nos Estados Unidos. Outra questão a ser estudada é relativa aos efeitos indiretos do aumento do preço do petróleo nos preços da carne via deslocamentos dos preços do milho e da soja. A pergunta a ser respondida é: Qual é o efeito de aumentos de preços do petróleo que se transmitem para o frango diretamente, e indiretamente via os insumos utilizados na ração (soja e milho)? O ferramental de análise é econometria de séries temporais.

Objetivo Geral

Objetivo geral:
Determinar se há ou não causalidade de Granger entre os preços do petróleo, etanol, cana-de-açúcar, soja e milho. Determinar os efeitos indiretos das variações dos preços das fontes de energia no preço do frango via milho e soja.

Objetivos específicos
- Verificar a velocidade das transmissões na presença de choques de alta e de queda dos preços de energia.
- Determinar as volatilidades desses preços.
- Estimar a velocidade de ajustamento após os choques

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
20
HENRIQUE SOUZA BRAZ1201/02/201331/07/2014
RICARDO STASINSKI1201/08/201231/07/2013
RICARDO STASINSKI1201/08/201231/01/2013
TAIS BARBOSA BECKER1201/08/201231/07/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 14.000,00

Página gerada em 13/12/2018 11:36:45 (consulta levou 0.067891s)