Nome do Projeto
Atividade física em diferentes fases da vida e massa mineral óssea de adultos pertencentes à coorte de nascimentos de Pelotas de 1982
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2010 - 01/03/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Resumo
A importância desse estudo nessa população consiste no fato de que a fase de manutenção da massa óssea em que a amostra da coorte de Pelotas de 1982 se encontra será possível avaliar o total acumulado no momento do fechamento da massa óssea nos sítios analisados, considerando que aumentos na densidade ou conteúdo mineral ósseo da coluna lombar podem ocorrer até próximo dos 30 anos de idade. Cabe ressaltar que além da influência da prática de atividade física global sobre a massa óssea, alguns estudos têm mostrado maior efeito a partir da força de reação do solo de cada atividade, do que quando se considera qualquer atividade realizada de mesmo peso na análise (Bakker, 2003; Kemper, 2002; Neville, 2002). Dados de acompanhamentos anteriores dos membros da Coorte de 1982 a respeito do tipo de atividade realizada permitem que esse estudo teste tanto a influência da prática global de atividade física como a realização de atividades com sobrecarga do peso corporal. Ainda, este estudo poderá esclarecer dúvidas existentes na literatura sobre a influência da atividade física em cada período (infância, adolescência, idade adulta), bem como do acúmulo da prática no decorrer da vida sobre a massa mineral óssea, podendo determinar o papel de cada fase isoladamente sobre cada sítio (lombar, colo do fêmur ou corpo inteiro) avaliado, bem como se os efeitos ocorrem diferentemente entre homens e mulheres. Assim, justifica-se a realização deste estudo pela lacuna até então existente na literatura sobre o assunto a ser explorado no presente projeto de pesquisa.

Objetivo Geral

Objetivo Geral


-Avaliar o conteúdo e densidade mineral óssea do corpo inteiro, coluna lombar e colo do fêmur de adultos jovens pertencentes à coorte de nascimentos de Pelotas de 1982 e sua relação com a prática de atividade física ao longo da vida.


Objetivos específicos


-Descrever o CMO e a DMO dos indivíduos estudados.

-Avaliar o efeito da atividade física observada em diferentes fases da vida sobre o CMO e a DMO dos sítios avaliados.

-Avaliar o efeito longitudinal da prática de atividade física em diferentes domínios sobre o CMO e DMO dos membros da coorte de 82.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
12
RENATA MORAES BIELEMANN1201/03/201001/03/2014

Página gerada em 14/12/2018 12:58:42 (consulta levou 0.085408s)