Nome do Projeto
Alumina/KF e Solventes Recicláveis na Síntese de Organocalcogênios
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/04/2012 - 31/07/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Química - Síntese Orgânica
Resumo
O uso de matéria prima de fonte renovável em substituição àquela derivada de petróleo e outras fontes esgotáveis tem recebido especial atenção nos últimos anos. Entretanto, nem sempre é uma tarefa fácil encontrar blocos construtores que combinem alta disponibilidade com versatilidade sintética. Por outro lado, os compostos organocalcogênios passaram a receber muita atenção devido à alta reatividade e seletividade nas reações onde estão envolvidos e por apresentarem papel fundamental na farmacologia e toxicologia de vários organismos. Entretanto, os métodos descritos envolvem, de maneira geral, a utilização de solventes orgânicos voláteis, atmosfera inerte e em alguns casos a utilização de aquecimento prolongado. Desta forma, a escolha do solvente é extremamente importante e nos últimos anos tem aumentado a busca por solventes “verdes”, que apresentam como principais características o fato de não serem inflamáveis, grande disponibilidade, obtenção de fonte renováveis e biodegradabilidade. Neste sentido, propomos aqui um estudo visando a obtenção de novas substâncias químicas e novas aplicações para a glicerina e o PEG como solventes recicláveis. A modificação química do ácido ricinoléico, através de sua conversão em tio-derivados, bem como o desenvolvimento de novas metodologias sintéticas para a obtenção de calcogenetos propostas aqui, vão ao encontro da filosofia da Química Verde, com o intuito de evitar ou minimizar a geração de resíduos, utilizar matéria prima de fonte renovável, maximizar o uso de energia, utilizar reagentes sólidos recicláveis e contribuir para a formação de novos profissionais, desde a graduação, com a consciência da sua responsabilidade no controle da geração de efluentes, através da prática da química sustentável.

Objetivo Geral

O projeto visa o desenvolvimento de novas metodologias sintéticas para a obtenção de compostos contendo organocalcogênios, seguindo os preceitos da química verde e sustentável: uso de matéria prima de fonte renovável, realização das reações utilizando solventes recicláveis menos prejudiciais ao ambiente, uso de fontes de energia não clássicas e catálise heterogênea. Utilizando o ácido ricinoléico como matéria prima renovável, pretende-se a obtenção de novas moléculas bioativas com potencial uso farmacológico. Dentro desta mesma filosofia, pretendemos desenvolver metodologias mais limpas e seletivas para o preparo de calcogenetos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
20
20
20
20
20
20
20
EDUARDO QUADROS DA LUZ1201/08/201331/03/2014
GUILHERME EDUARDO STACH CORREA1201/03/201431/07/2014
HELEN AFONSO GOULART1201/04/201431/07/2014
JOSÉ EDUARDO GARCIA DUARTE1201/08/201331/07/2014
LIANE KROLOW SOARES1201/08/201231/07/2013
PATRICK CARVALHO NOBRE1201/08/201331/07/2014
RENATA AFFONSO MANO1201/10/201231/07/2013
RODRIGO WEBBER1201/08/201230/09/2012

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 0,00
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 0,00

Página gerada em 11/12/2018 13:56:22 (consulta levou 0.067404s)