Nome do Projeto
AGROINDUSTRIALIZAÇÃO, UM MODO DE DIVERSIFICAR E AGREGAR VALOR, NA PRODUÇÃO DE BASE FAMILIAR
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2012 - 02/03/2015
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Processamento de Produtos Agrícolas
Resumo
A agroindústria familiar rural é uma unidade de processamento de alimentos localizados nas propriedades rurais ou nos aglomerados rurais próximos sendo um produto característico de uma determinada região ou coletividade. Os agricultores de base familiar têm buscado agregar valor e renda à produção de alimentos, quer por meio da oferta de um produto não processado, diferenciado, ou usando vantagens da prática do processo agroindustrial que mais domina. Alimentos oriundos de atividades agrícolas familiares e processados em agroindústrias pela própria família têm o aproveitamento de excedentes e na agregação de valor no produto final. Identificar as percepções dos produtores, técnicos, consumidores e agentes públicos envolvidos no Programa Municipal de Agroindústria Familiar de São Lourenço do Sul, em relação aos condicionantes da agroindustrialização da produção de base familiar, com relação à diversificação e agregação de valor é o objetivo geral deste trabalho. Os resultados detectarão fragilidades e potencialidades em torno de escolhas notadamente por autonomia, mobilização de recursos locais e ancoragem territorial de produtos.

Objetivo Geral

Objetivo geral

• Identificar as percepções dos atores (produtores, técnicos, consumidores e agentes públicos) envolvidos no Programa Municipal de Agroindústria Familiar de São Lourenço do Sul, em relação aos condicionantes da Agroindustrialização da produção de base familiar, com relação à diversificação e agregação de valor.

Objetivos específicos

• Analisar as relações existentes entre os condicionantes do Licenciamento Fiscal, Ambiental e Sanitário que norteiam a execução dos projetos, com as reais necessidades dos produtores deste mercado;

• Avaliar as condições de aberturas de novos postos de trabalho, dentro da propriedade rural, estimulando um maior envolvimento de pessoas no entorno da agroindústria;

• Determinar os pontos de entraves que desestimulam a implantação dos projetos em agroindustrialização;

• Identificar as percepções dos atores da agricultura familiar com relação à oferta de produtos processados para o mercado no que tange a manutenção da qualidade de vida, bem como ao ambiente que os engloba enquanto sujeitos. A fidelidade por parte dos consumidores, em relação aos produtos processados, das agroindústrias familiares, deve ser estimulada através de uma conscientização com vínculo territorial.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
40

Página gerada em 18/11/2019 12:09:46 (consulta levou 0.086083s)