Nome do Projeto
TRATAMENTO DE MADEIRA POR ESTABILIZAÇÃO TERMO-MECÂNICA (STAYPAK)
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/07/2012 - 02/07/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais
Resumo
A estabilização termomecânica da madeira, conhecida nos Estados Unidos como madeira Staypak, favorece incremento significativos para as propriedades tecnológicas da madeira. Staypak é estabilizado termicamente, comprimindo uma madeira que foi aquecida, em condições tais que a compressão não seja perdida quando a madeira for resfriada. Embora a madeira retorne sensivelmente a sua dimensão inicial a denominação Staypak está associada ao termo “stays compressed” que traduzido ao pé da letra significa “permanecer comprimida” (Seborg et al. 1956). Para tanto são utilizadas forças mecânicas de compressão e uma temperatura no intervalo vítreo da lignina para que ocorre o amolecimento da lignina seguida da conformação mecânica e com o esfriamento da chapa a madeira tende a ficar densficada. São esperados aumentos significativos nas propriedades físicas e mecânicas da madeira, tais como diminuição na higroscopicidade e aumento das propriedades de flexão e impacto. Além disso as propriedades relacionadas a superfície tendem a ser melhoradas, assim como dureza e molhabilidade (tensão superficial).

Objetivo Geral

Avaliar a potencialidade do tratamento de termoestabilização (staypak) em madeiras exóticas e nativas utilizadas no setor industrial madeireiro do Brasil, tais como, Corymbia citriodora, Eucalytpus dunnii, Eucalyptus saligna, Eucalyptus tereticornis, Pinus taeda, Nogueira pecã, Açoita cavalo e plátano

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
04
04
12
ANDRÉ LUIZ MISSIO401/07/201202/07/2015
BRUNO DUFAU MATTOS1201/07/201202/07/2015
TAINISE VERGARA LOURENÇON401/07/201202/07/2015

Página gerada em 15/12/2018 10:00:03 (consulta levou 0.066288s)