Nome do Projeto
Recursos Comuns e Ação Coletiva: Desafios e Evidências para o Fórum da Lagoa dos Patos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/08/2012 - 31/01/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Economia - Economia dos Recursos Naturais
Resumo
Este trabalho visa analisar o Fórum da Lagoa dos Patos no âmbito da teoria dos recursos de propriedade comum tendo como base as variáveis apontas por Agrawal (2001, 2002) como condições facilitadoras da organização coletiva e da sustentabilidade dos recursos comuns. Nosso objetivo é identificar se a organização coletiva é efetiva e quais as variáveis mais importantes para o sucesso ou fracasso de gestão e da sustentabilidade da pesca artesanal no estuário. O estudo da gestão conjunta de recursos de propriedade comum é relativamente novo na literatura econômica, considerando-se o enfoque institucional. Assim, existem poucas aplicações desta literatura, principalmente no Brasil. Desse modo, este projeto contribui com evidências empíricas adicionais para a literatura de gestão de recursos comuns no Brasil. Os dados serão coletados através de entrevistas com os líderes dos grupos que compõe o Fórum da Lagoa dos Patos e de grupos de discussão com os pescadores de cada uma das quatro colônias que compõe o Fórum, uma vez que entre as próprias colônias podem existir diferenças nos níveis de cooperação entre os agentes. A estratégia empírica consiste não só em analisar o Fórum em si, mas também e as quatro colônias individualmente. Esta pesquisa é inédita para o Brasil e para o Estuário da Lagoa dos Patos, na medida em que utiliza o arcabouço proposto por Agrawal (2001, 2002). Seus resultados ajudarão a estruturar políticas e a apontar soluções eficientes para mitigar a Tragédia dos Comuns não só na Lagoa, mas também em outros recursos de propriedade comum.

Objetivo Geral

OBJETIVO GERAL: O objetivo deste projeto é investigar se o Fórum da Lagoa dos Patos é efetivo como organização coletiva e quais as variáveis mais importantes para o sucesso ou fracasso de gestão do estuário. Ou seja, queremos identificar quais Condições Facilitadoras (AGRAWAL, 2001 e 2002) estão presentes e são mais significativas para a ação coletiva. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Identificar as características do recurso (Estuário da Lagoa dos Patos), dos grupos que dependem do recurso (colônias de pescadores artesanais), das instituições que compõe do Fórum da Lagoa dos Patos e as características do ambiente externo (envolvimento do Estado e nível tecnológico), entre outros discriminados no projeto.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
6h

Página gerada em 14/12/2018 12:59:17 (consulta levou 0.080231s)