Nome do Projeto
Avaliação do efeito in vitro da metionina e/ou metionina sulfóxido sobre parâmetros de estresse oxidativo em fígado de camundongos e sobre a atividade de macrófagos peritoneais
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/05/2012 - 02/05/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Bioquímica
Resumo
Dentre os Erros Inatos do Metabolismo (EIM), os mais freqüentes são os de aminoácidos, sendo um exemplo o EIM da metionina em que se observa a deficiência da enzima metionina adenosiltransferase (MAT). Pacientes hipermetioninêmicos apresentam manifestações clínicas, como déficit cognitivo, edema e desmielinização cerebral, assim como alterações hepáticas, cuja fisiopatologia não está completamente estabelecida. O estresse oxidativo, caracterizado pelo aumento da produção de oxidantes e/ou diminuição das defesas antioxidantes, é um importante processo que vem sendo relatado na patogênese de diversas doenças, tais como inflamação, câncer, doenças neurodegenerativas, sendo também reconhecido como um fator fundamental nas diversas mudanças fisiopatológicas observadas em doenças hepáticas. Os macrófagos, principais células diferenciadas do sistema fagocitário mononuclear, através de sua abundância, distribuição, mobilidade e capacidade de resposta, podem influenciar quase todos os aspectos dos processos inflamatórios e imunes. Quando ativadas, estas células apresentaram maior capacidade de liberar mediadores pró-inflamatórios e citotóxicos como espécies reativas, bem como enzimas hidrolíticas, lipídios bioativos e citocinas citotóxicas. Desta forma, considerando a importância da ativação dos macrófagos e o espectro de sinalização purinérgica nas respostas imune inatas, bem como as alterações hepáticas observadas em pacientes com hipermetioninemia, objetiva-se com esse projeto de pesquisa investigar o efeito da metionina e/ou metionina sulfóxido sobre alguns parâmetros de estresse oxidativo hepáticos, bem como sobre o grau de diferenciação dos macrófagos peritoneais.

Objetivo Geral

a) Estudar o efeito in vitro de diferentes concentrações de metionina e metionina sulfóxido, bem como de sua associação sobre alguns parâmetros de estresse oxidativo em fígado de camundongos jovens;
b) Analisar a resposta dos macrófagos peritoneais após o tratamento de cultura de células com metionina e/ou metionina sulfóxido;
c) Qualificar recursos humanos, dos cursos de Graduação e Pós-Graduação, incentivando o desenvolvimento de pesquisa científica.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
4
8
8
8
8
8
10
GIANA DE PAULA COGNATO410/09/201301/05/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 5.000,00

Página gerada em 11/12/2018 04:59:34 (consulta levou 0.084243s)