Nome do Projeto
INVESTIGAÇÃO DA CITOTOXICIDADE E ATIVIDADE ANTI-VIRAL DOS EXTRATOS DE PLANTAS DA FAMÍLIA LAMIACEAE.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
22/10/2012 - 23/10/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica Veterinária
Resumo
Origanum vulgare e Rosmarinus officinalis, são plantas pertencentes a família Lamiaceae, apreciadas por suas propriedades aromáticas. Também são descritas diversas atividades biológicas, dentre elas antifúngica, antibacteriana, e antiviral devido ao potencial dos componentes presentes nos extratos e óleos essenciais. Sendo assim, o presente estudo teve como objetivo identificar a composição química e determinar uma concentração não tóxica dos óleos essenciais, extratos aquoso e etanólico de Origanum vulgare e Rosmarinus officinalis em diferentes linhagens celulares e avaliar a atividade antiviral frente a vírus de importância veterinária. As identificações químicas dos óleos essenciais serão realizadas com o método da cromatografia gasosa com ionização por chama e os compostos dos extratos identificados com cromatográfica líquida de alta eficiência. No ensaio de citotoxicidade serão utilizadas as linhagens celulares MDBK, MDCK, CRFK e RK13, sendo confirmada a viabilidade celular pelo método MTT. A presença de atividades antivirais serão analisadas pelo método de Behrends & Kärber (MAYR, 1982). Após a formação de uma monocamada celular, o meio de crescimento será removido e realizadas titulações dos vírus herpesvírus bovino (BoHV), vírus da diarréia viral bovina (BVDV), vírus da arterite equina (EAV), vírus da influenza equina (EIV), calicivírus felino (FCV), vírus da cinomose canina (CDV), adenovírus canino (CAV) e coronavírus canino (CCoV), na presença ou ausência de cada extrato. As placas serão mantidas em estufa com 5% de CO2 a 37 °C por 72 horas até a realização da leitura, tendo como base a ausência ou presença de efeito citopático. O título será determinado como dose infectante para cultivo celular a 50% (DICC50/100µL). De acordo com os resultados obtidos na determinação da dose não tóxica dos extratos e sua composição química, espera-se definir a concentração dos extratos que apresentam atividade antiviral, para o uso da planta de forma segura eficiente.

Objetivo Geral

O projeto tem como objetivo geral avaliar a atividade antiviral e citotoxicidade dos extratos de alecrim e orégano, assim como caracterizar os constituintes das amostras dos referidos extratos.

Os objetivos específicos são:

- Obter os extratos aquoso, etanólico e óleo essencial de Origanum vulgare e Rosmarinus officinalis;
- Identificar os constituintes químicos dos extratos aquoso, etanólico e óleo essencial de Origanum vulgare e Rosmarinus officinalis;
- Avaliar a citotoxicidade de todos extratos em diferentes linhagens celulares;
- Avaliar a atividade antiviral dos referidos extratos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
4

Página gerada em 19/12/2018 12:16:57 (consulta levou 0.095657s)