Nome do Projeto
Estudo dos efeitos farmacológicos e/ou toxicológicos de óleos essenciais de plantas da região sul do Brasil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/05/2013 - 02/05/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Farmacologia
Resumo
Existem evidências substanciais de que o cérebro é particularmente mais vulnerável a danos oxidativos, devido ao grande consumo de oxigênio, alta concentração de ferro e ácidos graxos polinsaturados e baixa atividade da capacidade de defesa antioxidante. Neste sentido, têm sido alvo de interesse o estudo o potencial efeito protetor de outros antioxidantes não-vitamínicos, uma classe conhecida são os compostos mono e sesquiterpenos, bem como compostos fenólicos, como eugenol, timol e outros presentes nos óleos essenciais. Estes compostos são potentes doadores de hidrogênio e quelantes de metais de transição, tais como ferro. Neste contexto de sistema nervoso central, estes compostos presentes nos óleos essenciais são conhecidos por ter ação anti-nociceptiva, anticâncer, anti-inflamatória, antioxidante, além melhorar as funções motoras e cognitivas e prevenir a morte neuronal ocasionada por EAO. Sob este ponto de vista, o presente pano de trabalho tem por objetivo avaliar a ação farmacológica e/ou toxicológica dos óleos essenciais extraídos de plantas nativas da família Myrtaceae, provenientes de plantas da região sul do Brasil.

Objetivo Geral

Objetivo geral: Avaliar a ação farmacológica e/ou toxicológica dos óleos essenciais extraídos de plantas nativas da família Myrtaceae.
Objetivos específicos: - Investigar a atividade antioxidante in vitro de óleos essenciais extraídos de plantas da família Myrtaceae;
- Avaliar a atividade antimicrobiana (antibacteriana e antifúngica) de óleos essenciais;
- Índice de letalidade, a partir da administração do óleo essencial em uma única dose por via oral, observando ainda a variação do peso corporal, consumo alimentar e de água, como medida de toxicidade.
- Investigar as possíveis alterações comportamentais em ratos tratados com os compostos, na tarefa de aprendizado condicionado (Esquiva inibitória) e na atividade locomotora (Campo aberto).
- Avaliar o efeito desses compostos em parâmetros bioquímicos de estresse oxidativo, utilizando como parâmetros as funções cerebrais dos animais tratados com esses compostos, através da dosagem da atividade das enzimas catalase (CAT), glutationa peroxidase (GPx), glutationa-S-transferase (GST), glutationa redutase (GR) e superóxido dismutase (SOD) e níveis de ácido ascórbico.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
4
LUCIELLI SAVEGNAGO201/05/201302/05/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 12.000,00

Página gerada em 17/12/2018 03:16:38 (consulta levou 0.074670s)