Nome do Projeto
Respostas neuromusculares durante diferentes “pegadas” na escalada indoor
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
12/09/2013 - 12/09/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Educação Física
Resumo
O objetivo do presente estudo será comparar a atividade muscular dos extensores e flexores do punho e dedos durante a execução de quatro posições de pegadas da escalada indoor. Para tanto, 12 homens, praticantes de escalada indoor por no mínimo um ano, participarão de uma sessão de coleta. A mesma será composta de uma avaliação antropométrica, com medidas de estatura, massa e dobras cutâneas dos indivíduos. Logo após, cada sujeito será submetido a uma preparação da pele para o posicionamento dos eletrodos nos músculos flexor radial do carpo e extensor comum dos dedos. O protocolo da escalada indoor iniciará com a coleta da contração isométrica voluntária máxima (CIVM) durante 5 s contra uma resistência fixa tanto para os flexores como para os extensores. Em seguida, cada tipo de pegada (aberta, fechada, abaulada e pinça) será executada de forma isométrica, durante três vezes com duração de 10 s, com intervalos de 1 min. Ao final do protocolo, a CIVM será novamente executada para verificar o estado fisiológico da musculatura ao término da sessão. Como análise estatística, será realizado o teste Shapiro-Wilk, teste de coeficiente de correlação intraclasse (ICC) e ANOVA para medidas repetidas, com post-hoc de Bonferroni (α=0,05, SPSS vs 20.0).

Objetivo Geral

Comparar a atividade muscular dos extensores e flexores de punho e dedos durante a execução de quatro pegadas da escalada indoor.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CRISTINE LIMA ALBERTON212/09/201312/09/2014
TOMAS FERGUSON KIRST412/09/201312/09/2014

Página gerada em 15/12/2018 09:37:01 (consulta levou 0.078996s)