Nome do Projeto
Potencial Antimicrobiano e Citotóxico de Macroalgas da Antártica
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
04/11/2013 - 30/10/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia
Resumo
O ambiente marinho tem sido pesquisado focando a descoberta de novos compostos para fins terapêuticos. Neste meio, são destacadas as macroalgas, as quais têm fornecido metabólitos com interessantes atividades biológicas e elevado potencial terapêutico. A região Antártica é caracterizada por grandes agregações de macroalgas, no entanto, até o presente momento, a literatura possui poucas informações a respeito da composição química e bioatividade dessas algas. Por isso, o objetivo do presente estudo será avaliar in vitro o potencial antimicrobiano e a atividade citotóxica em células tumorais e não tumorais de extratos das espécies de macroalgas Cystosphaera jacquinotii, Himantothallus grandifolius, Pyropia endiviifolia e Iridea cordata, originárias da Antártica. Os extratos serão obtidos por extrações sucessivas com os solventes hexano, clorofórmio, acetato de etila e etanol em equipamento Soxhlet por 6 horas. O efeito de 10 concentrações (1 a 500µg/mL) de cada extrato será avaliado sobre cepas de patógenos oportunistas de grande importância clínica: S. aureus ATCC19095, E. faecalis ATCC4083, P. aeruginosa ATCC9027, E. coli ATCC29214 e C. albicans ATCC62342 pelo método de microdiluição em caldo, de acordo com os documentos de referência M27-A3 e M7-A7 (CLSI). Fluconazol, tetraciclina e cloranfenicol serão fármacos utilizados como referência. A atividade citotóxica será avaliada em células tumorais (A-431) e não-tumorais (NIH/3T3) pelo ensaio colorimétrico de redução do MTT após 24 e 48h de exposição aos extratos.

Objetivo Geral

Preparar extratos etanólico, acetanólico, clorofórmico e hexânico de cada espécie de macroalga;
Avaliar o potencial antimicrobiano de cada extrato através da determinação da Concentração Inibitória de 50% do crescimento das cepas (IC50), Concentração Inibitória Mínima (CIM) e Concentração Microbicida Mínima (CMM);
Avaliar a citotoxidade dos extratos frente à linhagem de células tumorais (A-531) e não tumorais (NIH/3T3);
Realizar a caracterização química dos extratos de melhor atividade biológica através da espectrometria de massas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CLAUDIO MARTIN PEREIRA DE PEREIRA104/11/201330/10/2015
ROSIANE MASTELARI MARTINS2004/11/201330/10/2015

Página gerada em 14/12/2018 08:42:09 (consulta levou 0.082829s)