Nome do Projeto
Atividade antioxidante e propriedades funcionais de hidrolisados protéicos de feijão preto
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/02/2014 - 30/12/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Resumo
O grão de sorgo possui alto teor de amido, entre 70 a 80%, que pode ser utilizado em diversas aplicações industriais, como ingredientes para alimentos, indústria de papel e têxtil, produção de álcool e embalagens biodegradáveis. O crecente interesse por filmes comestíveis e biodegradáveis deve-se principalmente ao seu potencial para substiuir as embalagens convencionais em algumas aplicações. Dentre as nanopartículas freqüentemente utilizadas em nanocompostos, encontram-se as nanoargilas, como a montmorilonita, que é dos minerais argilosos mais abundantes e investigados. Pesquisas sobre biofilmes com nanoargilas e amidos de diferentes fontes botânicas demonstram que há uma melhoria na resistência física e à umidade em comparação aos biofilmes sem nanoargila. Este polissacarídeo tem sido pesquisado para a produção de filmes, devido a apresentar baixo custo, ser abundante e renovável. Porém, o amido nativo não apresenta propriedades adequadas para elaboração de embalagens, formando materiais quebradiços e higroscópicos, assim, a fim de melhorar ou adaptar essas propriedades, o amido pode ser submetido a processos de modificações, assim, a fim de melhorar ou adaptar essas propriedades, o amido pode ser submetido a processos de modificações. A utilização de argila de tamanho nanométrico, como material de reforço no setor de embalagens tem se revelado bastante promissora devido à sua abundância, caráter renovável e sustentabilidade ao meio ambiente além de melhorar as propriedades mecânicas e de barreira dos filmes. Com isso, visando à ampliação da utilização do sorgo, este projeto visa isolar e modificar o amido de sorgo através de acetilação e oxidação, produzir filmes biodegradáveis com estes amidos e estudar o efeito da adição de nanoargila nos filmes. E por último será aplicado os filmes na conservação de bolo inglês comparando-os com filmes de polietileno como controle. As propriedades dos filmes a serem caracterizadas serão: propriedades mecânicas, permeabilidade ao vapor de água, solubilidade em água, cor, opacidade e biodegradabilidade. Além dessas, análises complementares serão realizadas: microscopia de varredura eletrônica, difração de raios-X, calorimetria diferencial de varredura e análise termogravimétrica.

Objetivo Geral

1. Estudar as propriedades funcionais e a capacidade antioxidante de hidrolisados protéicos de feijão.
2. Verificar a atividade antioxidante de diferentes frações de hidrolisado protéico de feijão
obtidas através de filtração por membranas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALVARO RENATO GUERRA DIAS201/02/201430/12/2016
CAROLINE LAMBRECHT DITTGEN1201/08/201431/07/2015
JARINE AMARAL DO EVANGELHO4001/02/201430/12/2016
LUCIANA PIO SPANIER1201/03/201531/07/2015
MARIANA DIAS ANTUNES1201/08/201428/02/2015
TAIANE MARTINS CORREA MIRAPALHETE1201/02/201531/07/2015
VERIDIANA ZANETTI BANDEIRA1201/02/201430/12/2016
VERIDIANA ZANETTI BANDEIRA1201/08/201431/01/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
PROAPR$ 5.000,00

Página gerada em 17/12/2018 03:12:37 (consulta levou 0.071431s)