Nome do Projeto
Espessura do complexo médio-intimal carotídeo: influência das condições de nascimento, do crescimento acelerado na infância, da amamentação e dos fatores de risco para doenças cardiovasculares aos 30 anos na Coorte de 1982 em Pelotas, RS, Brasil.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
06/04/2014 - 28/02/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Resumo
Conforme previamente mencionado as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo. A aterosclerose está na gênese do principal processo patológico das doenças cardiovasculares e a medida da ECMIC, serve como marcador de aterosclerose, permitindo a avaliação e o monitoramento da aterosclerose de maneira simples e não invasiva. A coorte prospectiva é o delineamento observacional mais adequado para avaliar associações ao longo da vida, pois a exposição é avaliada antes do aparecimento do desfecho e, assegurando a qualidade dos dados coletados, pois estes foram coletados próximo do momento da sua ocorrência, sem depender de longo recordatório. Nesse sentido, a Coorte de Nascidos Vivos de 1982 da cidade de Pelotas é um estudo apropriado para avaliar o período perinatal, a infância, a adolescência e a idade adulta e suas relações com os fatores de risco cardiovasculares e a ECMIC na vida adulta. Ao avaliar a ECMIC aos 30 anos e as suas relações com fatores de risco da vida fetal, nascimento e infância nos participantes da Coorte de Nascidos Vivos de 1982 da cidade de Pelotas, pretende-se contribuir com a literatura de ciclo vital relacionando os fatores de risco cardiovasculares precoces que estão associados ao processo de aterosclerose ao longo da vida com as DCV.

Objetivo Geral



Objetivo geral


Determinar a média da ECMIC aos 30 anos na coorte de nascidos vivos de 1982, em Pelotas.
Avaliar a associação entre fatores de risco precoces e contemporâneos e a ECMIC aos 30 anos na coorte de nascidos vivos de 1982, em Pelotas.


Objetivos específicos

Avaliar a associação da média da ECMIC aos 30 anos nos indivíduos da coorte de 1982 com os fatores de risco precoces:
-posição socioeconômica ao nascimento;
-tabagismo materno na gestação;
-peso ao nascimento;
-crescimento acelerado na infância (“catch-up”);
-amamentação;
Avaliar a associação da média da ECMIC aos 30 anos nos indivíduos da coorte de 1982 com os fatores de risco metabólicos:
- lipídeos;
- glicemia;
- pressão arterial;
-composição corporal (obesidade geral e abdominal);
Avaliar a associação da média da ECMIC aos 30 anos nos indivíduos da coorte de 1982 com os fatores de risco comportamentais:
- sedentarismo;
- fumo;
- alimentação;
- álcool.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ROGERIO DA SILVA LINHARES206/04/201428/02/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 44.951,00
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 106.890,50

Página gerada em 20/06/2019 02:24:34 (consulta levou 0.176305s)