Nome do Projeto
Consumo materno de cafeína durante a gestação, consumo de açúcar pela criança e Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) aos seis anos de idade
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
05/05/2014 - 28/02/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Resumo
O Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) é o mais prevalente transtorno neuropsiquiátrico no mundo. O distúrbio é caracterizado por desatenção, hiperatividade e impulsividade. Pode estar associado ao comprometimento em uma variedade de contextos na vida, podendo ter impacto negativo no desempenho escolar e na relação intrafamiliar, além de frequentemente persistir até a idade adulta, provocando prejuízos cumulativos ao longo do desenvolvimento dos indivíduos afetados. A fisiopatologia do TDAH é complexa e parcialmente compreendida, sem que haja uma causa específica, sugerindo etiologia multifatorial, com uma combinação complexa de ambiente, fatores genéticos e biológicos. Estudos epidemiológicos têm apontado para uma maior prevalência de TDAH entre os meninos e nas crianças pertencentes a famílias com piores condições socioeconômicas. Fatores nutricionais, no período gestacional, têm sido investigados como determinantes de TDAH, como por exemplo, ingestão de ácido fólico, ferro, Omega3 e cafeína, mas ainda são escassos. Exposições nutricionais da criança também vêm sendo associadas ao TDAH, como ingestão de ferro, zinco, ácidos graxos, corantes, conservantes e açúcar. Muitos estudos avaliam a associação entre consumo de açúcar e alterações no comportamento da criança, no entanto, os achados são inconsistentes. Diante da escassez de estudos sobre o consumo de cafeína na gestação e TDAH e da inconsistência dos achados acerca do efeito do açúcar no TDAH, este projeto propõe avaliar a o efeito do consumo de cafeína durante a gestação no desenvolvimento de TDAH aos seis anos, além do efeito do consumo de açúcar pela criança e no desenvolvimento de TDAH aos seis anos, com crianças pertencentes à Coorte de Nascimentos de Pelotas de 2004.

Objetivo Geral

Objetivos Gerais
1. Avaliar o efeito do consumo de cafeína durante a gestação sobre a ocorrência de TDAH aos seis anos.
2. Avaliar a relação entre o consumo de açúcar pelas crianças e o TDAH aos seis anos.
3. Avaliar a relação entre o consumo de um padrão alimentar rico em doces e guloseimas pelas crianças e o TDAH aos seis anos.
Objetivos Específicos
1. Medir a prevalência de TDAH nas crianças pertencentes à Coorte de Nascimentos de Pelotas de 2004, aos seis anos de idade.
2. Avaliar o consumo de cafeína na gestação.
3. Investigar a associação entre o consumo materno de cafeína na gestação e a prevalência de TDAH aos seis anos, controlando para fatores de confusão.
4. Descrever o consumo de açúcar pelas crianças aos seis anos.
5. Descrever o consumo de um padrão alimentar rico em doces e guloseimas aos seis anos de idade.
6. Investigar a associação entre o consumo de açúcar aos seis anos de idade e a prevalência de TDAH, controlando para fatores de confusão.
7. Investigar a associação entre o padrão alimentar rico em doces e guloseimas aos seis anos de idade e a prevalência de TDAH, controlando para fatores de confusão.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BIANCA DEL PONTE DA SILVA205/05/201428/02/2016

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 97.431,00

Página gerada em 09/12/2018 17:39:53 (consulta levou 0.092695s)