Nome do Projeto
AVALIAÇÃO DA IMPLANTAÇÃO E DA EFETIVIDADE DO PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO ÀS DOENÇAS NEGLIGENCIADAS: TRACOMA – SANAR NO ESTADO DE PERNAMBUCO 2011- 2014
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/08/2013 - 30/11/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
As doenças transmissíveis permanecem representando um desafio para a Saúde Pública mundial, respondendo por um quinto da mortalidade em todos os grupos de idade e por metade da mortalidade infantil. Neste sentido, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco apresentou à sociedade um Programa que prevê estratégias de intervenção que sejam capazes de reduzir os casos ou eliminar a carga de doenças infecciosas e/ou parasitárias, que persistem nos municípios do estado, considerando as desigualdades intra-urbanas existentes. Helmintíases, Esquistossomose, Filariose, Doença de Chagas, Hanseníase, Tuberculose e Tracoma são os agravos que integram o Programa, que prioriza a vigilância epidemiológica, o estabelecimento de estratégias de integração da atenção primária para a identificação e manejo clínico adequado e o desenvolvimento e ampliação do acesso à atenção especializada e às tecnologias em saúde (medicamentos, métodos diagnósticos, métodos de controle e tratamento). O presente Projeto de Pesquisa constitui-se em uma proposta de avaliação das ações do Projeto de Avaliação do Plano para Redução e Eliminação das Doenças Negligenciadas no Estado de Pernambuco - PROGRAMA SANAR, em comum acordo com a área de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual da Saúde, em relação ao tracoma e a geo-helmintíases/esquistossomose.

Objetivo Geral

Avaliar o impacto das ações realizadas no âmbito do Programa SANAR para reduzir ou eliminar doenças transmissíveis negligenciadas, com ênfase na vigilância e no controle de helmintíases/esquistossomose e tracoma em municípios prioritários do estado de Pernambuco. Avaliar a implantação do Programa SANAR com ênfase na abordagem integrada de doenças negligenciadas, selecionadas segundo a relevância para a saúde pública em Pernambuco. Descrever a prevalência de tracoma em escolares de 1 a 15 anos pertencentes a
escolas públicas de 21 municípios prioritários do estado de Pernambuco, após a implementação do Programa SANAR.
Descrever a prevalência de esquistossomose na população residentes em 119 áreas hiperendêmicas do estado de Pernambuco, após a implementação do Programa SANAR.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNO PEREIRA NUNES104/11/201530/11/2016
BRUNO PEREIRA NUNES201/08/201331/12/2014
ELAINE TOMASI201/08/201331/12/2014
Mirelle de Oliveira Saes201/08/201331/12/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Ministério da SaudeR$ 3.000.000,00

Página gerada em 18/09/2019 23:44:28 (consulta levou 0.057934s)