Nome do Projeto
ESTUDO DE FATORES COMPORTAMENTAIS ASSOCIADOS ÀS DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS EM ADULTOS ATENDIDOS NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2014 - 31/07/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Nutrição
Resumo
Doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), tais como doenças cardiovasculares, câncer, diabetes mellitus e doenças respiratórias crônicas, compõem um grupo patologias que se caracterizam por apresentar, de uma forma geral, longo período de latência, tempo de evolução prolongado, lesões irreversíveis e complicações que acarretam graus variáveis de incapacidade ou óbito, e vêm ocupando um maior espaço no perfil de morbi-mortalidade de populações. As DCNT representam um dos maiores problemas de saúde pública da atualidade e as estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que foram responsáveis por 63% de todas as 36 milhões de mortes ocorridas no mundo em 2008. No Brasil, causam impacto semelhante, sendo responsáveis, em 2007, por 72% do total de mortes por doenças cardiovasculares, respiratórias crônicas, diabetes, câncer e outras, inclusive doenças renais. De acordo com a OMS, um pequeno conjunto de fatores de risco responde pela maioria das mortes por DCNT e por fração substancial da carga de doenças devido a essas enfermidades. Dentre esses fatores, destacam-se o tabagismo, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, dietas inadequadas e a inatividade física, que apesar da elevada prevalência, podem ser prevenidos. O presente estudo tem como objetivo investigar a freqüência de fatores comportamentais de risco e proteção para DCNT em adultos freqüentadores das Unidades Básicas de Saúde da Universidade Federal de Pelotas. Serão selecionados sistematicamente 225 indivíduos adultos maiores de 18 anos, e o questionário aplicado no estudo será baseado no instrumento utilizado pela pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico do Ministério da Saúde, que aborda questões demográficas, socioeconômicas, antropométricas, consumo alimentar, tabagismo, consumo de álcool e atividade física. Os questionários serão duplamente digitados no software Excel® e será realizada análise descritiva dos dados em que serão apresentadas medidas de posição e dispersão dos dados quantitativos e as frequências para as variáveis categóricas.

Objetivo Geral

Objetivo geral: Descrever a frequência de fatores comportamentais de risco e proteção contra as DCNT em adultos que frequentam as três Unidades Básicas de Saúde (UBS) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Objetivos específicos: - Verificar a associação dos fatores comportamentais de risco e proteção para DCNT com variáveis sociodemográficas;
- Verificar a associação dos fatores comportamentais de risco e proteção para DCNT, com o IMC e circunferência da cintura.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
KATHARINE KONRAD LEAL3001/10/201431/07/2015

Página gerada em 17/12/2018 18:05:01 (consulta levou 0.099554s)