Nome do Projeto
Indução da lactação em fêmeas bovinas: avaliação do perfil endócrino e de marcadores de resposta inflamatória
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
20/03/2015 - 20/03/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Fisiopatologia da Reprodução Animal
Resumo
A indução artificial da lactação é utilizada como uma alternativa para evitar o descarte precoce de animais de alto mérito genético porém improdutivos, levando a venda adicional de leite e redução dos custos com reposição. Apesar de eficientes, os protocolos de indução envolvem muita mão de obra e desconforto aos animais pela necessidade de administração diária de grandes volumes de hormônios em veículo oleoso. Portanto, melhores métodos para induzir a lactação são necessários. No presente projeto serão utilizadas 24 vacas, sendo 16 não gestantes e não lactantes e 8 em fase final de gestação e início de lactação. Para determinar os níveis séricos dos hormônios progesterona e estradiol durante o protocolo de indução da lactação e o grau de resposta inflamatória induzida (medida de desconforto), fêmeas bovinas serão divididas em três grupos. Um grupo será submetido a um protocolo de indução da lactação (grupo IND; n=8), que inicia com uma aplicação s.c. de somatotropina bovina (500mg bST; dia 1) e administração diária de progesterona (i.m.; 0,25mg/kg) durante 7 dias (dias 2 a 8) e de estradiol (i.m.; 0,1mg/kg) durante 14 dias (dias 2 a 15). Além disso as fêmeas receberão três aplicações de dexametasona (i.m.; 0,05mg/kg; dias 19 a 21) e uma aplicação de prostaglandina F2α (i.m.; 25mg; dia 19). Para que ocorra liberação de prolactina endógena, as fêmeas terão os úberes massageados duas vezes ao dia (dias 15 a 21). Serão coletadas amostras de sangue dos animais a cada dois dias iniciando no dia 1 até o dia 21 (11 coletas de cada animal. Posteriormente, vacas previamente sincronizadas com duas aplicações de prostaglandina (25mg i.m.) serão submetidas a um protocolo alternativo de indução da lactação quatro dias após a detecção de estro. O protocolo será idêntico ao descrito acima, porém com aplicação de hormônios através de dispositivos intravaginais (DIVs; grupo INDV; n=8). A progesterona será administrada através de DIV de silicone contendo 1,9g e o estradiol impregnado em DIV de poliuretano em dosagem a ser estabelecida após dosagens do experimento 1. Com o presente projeto pretende-se determinar o grau de desconforto provocado pelo protocolo hormonal bem como os níveis circulantes dos hormônios utilizados em protocolos comumente utilizados. Estas informações fornecerão subsídio para o estabelecimento de um protocolo alternativo que simplifique o manejo, minimize o desconforto e reduza os custos.

Objetivo Geral

Objetivos:
Geral: Determinar os níveis circulantes de progesterona e estradiol necessários para adequada indução da lactação e mensurar o impacto do protocolo sobre o bem estar dos animais para elaboração de alternativas menos traumáticas e laboriosas.

Específicos:
- Identificar a dinâmica hormonal da vaca submetida ao protocolo de indução de lactação;
- Determinar a resposta inflamatório frente à administração de várias doses de hormônios diluídos em veículo oleoso através da dosagem de marcadores de resposta inflamatória.
- Avaliar se a soma da progesterona luteal (endógena) e proveniente de um dispositivo vaginal contendo 1,9 g de progesterona é suficiente para alcançar os níveis obtidos através de injeções diárias realizadas nos protocolos convencionais.
- Determinar se o estradiol pode ser administrado por via intravaginal atingindo níveis semelhantes aos obtidos após administração parenteral.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ARNALDO DINIZ VIEIRA120/03/201520/03/2017
CRISTINA SANGOI HAAS120/03/201520/03/2017
FERNANDO CAETANO DE OLIVEIRA120/03/201520/03/2017
HENRIQUE SCHNEIDER PESTANO320/03/201520/03/2017
JORGE DA SILVA FRANCK120/03/201520/03/2017
MONIKE QUIRINO DOS SANTOS120/03/201520/03/2017
MONIKE QUIRINO DOS SANTOS1201/08/201531/07/2016
RAFAEL GIANELLA MONDADORI120/03/201520/03/2017
ROBERTO VASCONCELOS ESCOBAR1201/08/201531/07/2016
THOMAZ LUCIA JUNIOR120/03/201520/03/2017
VILSON BORBA PINTO120/03/201520/03/2017

Página gerada em 19/06/2019 20:17:12 (consulta levou 0.072179s)