Nome do Projeto
NANOESTRUTURAS A BASE DE CARBONO COMO NANOADSORVENTES NA REMOÇÃO DE CONTAMINANTES DE SOLUÇÕES AQUOSAS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
19/03/2015 - 01/10/2016
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-Metálicos
Resumo
Este Projeto visa a aplicação de nanotubos de carbono, fulerenos e grafenos como nanoadsorventes na remoção de contaminantes de efluentes aquosas. O estudo destes sistemas será realizado através de experimentos em laboratório empregando o processo de adsorção em batelada, utilizando corantes, compostos farmacêuticos e interferentes endócrinos como adsorvatos. Será avaliada a eficiência de adsorção dos diferentes nanoadsorventes, e também, será determinada as curvas cinéticas dos adsorvatos, contrapondo os resultados experimentais a alguns modelos teóricos. Além disso serão determinadas as isotermas de equilíbrio para a adsorção dos diferentes adsorvatos. Devido as excelentes propriedades de textura, nanotubos de carbono, fulerenos e grafenos podem desempenhar um papel importante na purificação de efluentes aquosos. Sendo assim, para que esses possam vir a ser utilizados para tal aplicação, a caracterização, o estudo da capacidade de adsorção e a otimização do processo de interação entre as espécies químicas envolvidas são imprescindíveis, o que justifica o presente projeto.

Objetivo Geral

O objetivo deste estudo é investigar a remoção de corantes sintéticos e
compostos farmacêuticos e interferentes endócrinos de meios aquosos, através
do processo de adsorção em batelada, utilizando nanotubos de carbono,
fulereno e grafeno como meios adsorventes. Mais especificamente, este
projeto propõe considerar os seguintes tópicos como objetivos e metas a serem
alcançados:
1. Crescer NTC através da técnica de Deposição Química de Vapor
Catalisada (DQVC);
2. Caracterizar os NTC, grafeno e fulereno;
3. Realizar estudos comparativos da eficiência de adsorção entre as
diferentes nanoestruturas a base de carbono, empregado o corantes,
compostos farmacêuticos e interferentes endócrinos como adsorvatos;
4. Realizar experimentos de dessorção, como intuito de conferir a possível
reutilização do NTC, fulereno e grafeno;
5. Simular efluentes aquosos contendo mais de um tipo de contaminantes
e avaliar a capacidade de remoção pelos adsorventes investigados;
6. Determinar as curvas cinéticas dos corantes, compostos farmacêuticos e
interferentes endócrinos contrapondo os modelos teóricos aos
resultados experimentais;
7. Determinar as isotermas de equilíbrio para a adsorção de corantes
têxteis, fármacos e interferentes endócrinos;
8. Calcular os parâmetros termodinâmicos de adsorção dos sistemas
estudados;
9. Redigir artigos científicos;
10. Participar de congressos científico.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAIO CÉSAR NOGUEIRA DE MELO1201/08/201531/03/2016
ELIZETE SOUZA DE AVILA1201/04/201631/07/2016

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 28.000,00

Página gerada em 25/02/2020 18:40:51 (consulta levou 0.075352s)