Nome do Projeto
PERSPECTIVAS DE PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE PELOTAS SOBRE O TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE: CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/03/2015 - 30/10/2015
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Resumo
O Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) vem ganhando uma grande repercussão social ao longo dos anos, porém poucos realmente entendem o que é o transtorno, quais são as suas características e qual é a melhor forma de lidar com os sintomas gerados, sem exclusão ou discriminação do indivíduo que apresenta esta condição.A falta de conhecimento sobre o distúrbio pode causar estresse/desconforto para o professor ao realizar seu trabalho e isso acabar alterando sua qualidade de vida e o processo de ensino. A pesquisa fundamenta-se em identificar as perspectivas que os professores de séries iniciais da rede municipal de Pelotas obtiveram durante suas rotinas de trabalho ao receberem alunos com TDAH.

Objetivo Geral

- Objetivo geral:
Analisar a percepção dos professores da rede municipal de pelotas, de séries iniciais, quanto à identificação e preparo para receber alunos com TDAH na rede municipal de ensino.

- Objetivo específico:
- Analisar a frequência de casos de TDAH na amostra estudada.
- Verificar se há correlação entre a percepção do professor e a identificação de sintomas com o resultado do teste SNAP-IV.
-Conhecer as principais dúvidas dos professores sobre o transtorno.
- Analisar a formação do professor com relação à competência para lidar com pessoas com necessidades educativas especiais.
- Orientar as escolas e os professores da rede pública de Pelotas sobre estratégias para lidar com o transtorno.
- Incentivar a participação da terapia ocupacional em escolas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
NATHÁLIA BISSOLI TESSMANN430/03/201530/10/2015

Página gerada em 22/11/2019 18:38:18 (consulta levou 0.077990s)