Nome do Projeto
Avaliação de proteínas de fase aguda e suas relações com o desempenho reprodutivo e produtivo de vacas leiteiras pós-parto
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
17/09/2015 - 30/09/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Resumo
Doenças uterinas no pós-parto tem atraído considerável atenção na literatura veterinária, como grandes causas de ineficiência reprodutiva em bovinos de leite. Diversos trabalhos citam a ocorrência de metrites, endometrites (clínicas ou subclínicas) na ordem de 40%. A debilidade imune de vacas no periparto aumenta a prevalência de doenças infecciosas durante este período. As primeiras células a combater o crescimento bacteriano são os neutrófilos, recrutados da corrente sanguínea. As principais classes de imunoglobulinas (IgM, IgA e IgG), seja por difusão passiva ou de produção local, desempenham um importante papel na proteção do útero, agindo como opsoninas para aumentar a fagocitose, estimulando a cascata do complemento, ou bloqueando patógenos de aderir às superfícies mucosas. Para que o organismo reconheça a infecção, existem células específcas no endométrio que possuem receptores Toll like (TLR) com capacidade de reconhecer antígenos bacterianos. A ativação destes receptores dispara uma cascata sinalizadora que mobiliza as células imunes e estimula o fígado a produzir proteínas de fase aguda. As proteínas de fase aguda (APP’s) são sintetizadas na ocorrência de lesões teciduais e tem função protetora junto ao organismo. São proteínas presentes no soro sanguíneo circulante, sintetizadas o fígado constantemente, podendo aumentar ou reduzir sua produão de 60 a 1000 vezes durante infecções. No presente trabalho serão avaliadas as APP’s paraoxonase (PON), haptoglobina (Hp), albumina e apolipoproteínas B100 (ApoB100). Serão utilizadas 40 fêmeas multíparas da raça Holandês, seleção dos animais se deu através do numero de lactações, produção média em 305 dias da lactação anterior e histórico negativo de enfermidades no último ano produtivo.

Objetivo Geral

Objetivo Geral: Avaliar a relação entre as proteínas de fase aguda no período de transição de vacas leiteiras e sua relação com distúrbios uterinos e posterior desempenho reprodutivo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE MARANGON DE OLIVEIRA210/01/201311/01/2015
ANA RITA TAVARES KRAUSE212/01/201312/01/2015
ANDRESSA STEIN MAFFI212/01/201312/01/2015
BARBARA SCHERER212/01/201312/01/2015
CAROLINA BESPALHOK JACOMETO210/01/201311/01/2015
CASSIO CASSAL BRAUNER112/01/201310/10/2016
CHARLES FERREIRA MARTINS112/01/201312/01/2015
CLÁUDIA FACCIO DEMARCO212/01/201312/01/2015
DIEGO ANDRES VELASCO ACOSTA212/01/201312/01/2015
FABIANE PEREIRA DE MORAES210/01/201311/01/2015
FERNANDA TRINDADE DA ROSA212/01/201312/01/2015
GABRIELA BUENO LUZ212/01/201312/01/2015
GUILHERME NUNES BOLZAN212/01/201312/01/2015
IVAN BIANCHI112/01/201312/01/2015
JOSIANE DE OLIVEIRA FEIJÓ210/01/201311/01/2015
JÉSSICA HALFEN212/01/201312/01/2015
LAIS FERNANDA MIELKE212/01/201312/01/2015
LEILA CARDOZO212/01/201312/01/2015
LUCAS CARBONARI212/01/201312/01/2015
LUCAS TEIXEIRA HAX212/01/201312/01/2015
LUIS GUSTAVO CROCHEMORE DA SILVA212/01/201312/01/2015
MARCELO MOREIRA ANTUNES212/01/201312/01/2015
MARCIO ERPEN LIMA212/01/201312/01/2015
MARINA MENONCIN WEACHENFELDER212/01/201312/01/2015
MAURI MAZUREK212/01/201312/01/2015
MITYELLE DA COSTA CHAVES RODRIGUES210/01/201311/01/2015
NATÁLIA AVILA DE CASTRO212/01/201312/01/2015
OTÁVIO ZACHER BUCHAIN1201/08/201531/07/2016
PATRÍCIA MATTEI212/01/201312/01/2015
PAULA MONTAGNER210/01/201311/01/2015
PEDRO AUGUSTO SILVA SILVEIRA212/01/201312/01/2015
ROGERIO FOLHA BERMUDES209/02/201510/10/2016
TAYNARA MOREIRA MACHADO212/01/201312/01/2015
THAÍS CASARIN DA SILVA1201/08/201431/07/2015
VINICIUS COITINHO TABELEAO212/01/201312/01/2015
VIVIANE ROHRIG RABASSA110/01/201310/10/2016
ÉRICA FERRI DE OLIVEIRA210/01/201311/01/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
FINEPR$ 50.000,00

Página gerada em 15/12/2018 10:09:51 (consulta levou 0.098834s)