Nome do Projeto
Influência da inclinação do implante e tipo de pilar protético na biomecânica, adaptação e no torque de afrouxamento de parafusos protéticos de próteses parciais fixas retidas por dois implantes obtidas por enceramento através de impressão 3-D
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
27/04/2015 - 20/12/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia
Resumo
Durante a cirurgia de instalação de implantes, a preocupação com a inclinação dos mesmos é grande, visto que em alguns casos o seu mau posicionamento pode dificultar a confecção das próteses e até requerer a utilização de componentes angulados para corrigir tal inclinação. A confecção de próteses parciais fixas retidas por implantes apresentando inclinações diversas pode influenciar a biomecânica da mesma e a concentração de tensões no tecido ósseo e componentes protéticos. Desta forma, o presente trabalho propõe avaliar: (1) o desajuste vertical decorrente da confecção de próteses parciais fixas retidas por dois implantes obtidas através de enceramento por impressão 3-D, (2) o torque de afrouxamento dos parafusos protéticos após ciclagem mecânica, e (3) as tensões geradas em tais próteses por meio do método de elementos finitos. As variáveis do estudo serão: sentido (Mesial, Distal, Vestibular e Lingual) de inclinação de um dos implantes e tipo de pilar protético (UCLA personalizado e minipilar angulado). Os modelos tridimensionais de elementos finitos serão confeccionados com software de modelagem 3-D e exportados para um software específico de análises. Forças serão aplicadas nas cúspides funcionais da prótese, simulando a aplicação de contato funcional. Todas as análises serão realizadas objetivando a obtenção da Tensão Máxima Principal e de von Mises, em MPa. Utilizando a tecnologia de impressão 3-D, os modelos do teste laboratorial serão confeccionados em resina apresentando perfurações com mesmo sentido de inclinação dos modelos utilizados nas análises de elementos finitos, onde serão posicionados análogos de implantes. A verificação do desajuste vertical das próteses metalocerâmicas finalizadas será realizada utilizando-se o teste do parafuso único. Após isto, será realizada ciclagem mecânica das próteses e posterior verificação do torque de afrouxamento dos parafusos protéticos e verificação de possíveis falhas. Os valores obtidos serão submetidos à análise estatística para verificar a existência de associação significante entre as variáveis.

Objetivo Geral

O presente trabalho tem como objetivo geral verificar o comportamento biomecânico de próteses parciais fixas retidas por dois implantes, obtidas através de enceramento 3-D, apresentando diferentes sentidos de inclinação de um dos implantes (Mesial, Distal, Vestibular e Lingual) e tipos de pilar protético (UCLA personalizado e minipilar angulado).
Como objetivo específico, este trabalho avaliará a influência do sentido de inclinação de um dos implantes e tipo de pilar protético utilizado em próteses parciais fixas retidas por dois implantes no (1) desajuste vertical decorrente da confecção de próteses parciais fixas retidas por dois implantes obtidas através de enceramento por impressão 3-D, (2) o torque de afrouxamento dos parafusos protéticos após ciclagem mecânica, e (3) as tensões geradas em tais próteses por meio do método de elementos finitos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AYUMI BATISTA KODAMA127/04/201520/12/2017
FERNANDO FERNANDES VARGAS127/04/201520/12/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 22.053,00

Página gerada em 20/06/2019 02:23:26 (consulta levou 0.085254s)