Nome do Projeto
Aprendizagem na Teoria de Controle
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
13/08/2015 - 11/08/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias - Engenharia Elétrica
Resumo
O problema de controlar-se um sistema utilizando apenas dados experimentais é um desafio aos engenheiros de controle há vários anos. Em particular, nos anos 90, com a resolução dos problemas de controle robusto, muitos pesquisadores achavam que o problema de controle se havia se reduzido ao problema de identificação do sistema a ser controlado e de limitantes às suas incertezas. Safonov, no entanto, achava que era muita pretensão destes pesquisadores acharem que o problema de sua área já estivesse resolvido. Para ele, fazia-se necessário reformular o problema de controle de modo a considerar os dados experimentais. O problema de controle foi reformulado utilizando-se o paradigma do “unfalsified control,” que aplica o conceito de falsificação de Popper às leis de controle. Esta abordagem utiliza um supervisor de desempenho dos controladores e efetua chaveamentos para alterar o controlador que está efetivamente atuando sobre o sistema a ser controlado. Sistemas de controle com múltiplos modelos e chaveamento começaram a ser bastante utilizados pelos pesquisadores de controle adaptativo também nos anos 90 com o objetivo de relaxar-se as hipóteses sobre o sistema a ser controlado. Em particular, quando comecei o doutorado nos me foi posta a pergunta: “what is learning all about in terms of control?”. Ou seja, o que é aprendizado em controle, ou como este é caracterizado? O caminho seguido por mim foi o de reformular o problema de controle como um problema de otimização. Ou como um problema de viabilidade utilizando-se o paradigma do controlador não-falsificado ou como um problema de se achar um controlador que melhor se ajuste aos dados experimentais [1]. A busca de um algoritmo recursivo e que caracterizasse o aprendizado sobre controladores não falsificados pelos dados experimentais e critérios de desempenho nos levou a [2]. Com a edição especial da revista International Journal of Adaptive Control and Signal Processing [3] em honra de Mosca [11] sobre o tema de controle com múltiplos modelos, falsificação e chaveamento em 2012, temos uma oportunidade de investigar como a aprendizagem se caracteriza nestes sistemas,passados quase vinte anos. Passados todos estes anos, é interessante, em particular, investigar-se os eventuais problemas originados pela utilização de chaveamento nestas abordagens.

Objetivo Geral

Examinar o e estado da arte das áreas de controle adaptativo e de controle robusto no que concerne à aprendizagem na teoria de controle. Estabelecer um paralelo entre os modos como cada uma destas áreas está lidando com o problema. Examinar quais as formulações de problemas utilizadas, problemas em aberto e como se caracteriza a aprendizagem em cada uma delas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
JONATHAN BRUM LAUZ413/08/201531/03/2016

Página gerada em 14/12/2019 06:29:42 (consulta levou 0.070024s)