Nome do Projeto
Os serviços de saúde da zona rural de Pelotas: uma avaliação técnica comparada com a visão do usuário
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
20/10/2015 - 28/02/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
A avaliação dos serviços de saúde deve servir de instrumento para o continuo aperfeiçoamento da qualidade do cuidado oferecido aos usuários, e também para fornecer substrato teórico para a atuação dos gestores, oportunizando que as decisões sejam baseadas em evidência. No Brasil, a incorporação do método epidemiológico às atividades dos serviços e ao planejamento do setor de saúde tem sido apenas parcial. (MEDRONHO, 2009) Em relação aos serviços de saúde da zona rural, sabe-se que o nível primário é ainda mais importante como porta de entrada do sistema de saúde do que nas cidades, logo, seu adequado funcionamento torna-se essencial para a qualidade do cuidado da sua população que reside na zona rural. (TARGA, 2012) Em muitas localidades a UBS é o único serviço próximo em termos de acesso ao sistema de saúde. Enquanto nas áreas urbanas a porcentagem média de pessoas com planos privados é de 29,7%, nas áreas rurais esse número é de 6,4%, embora haja diferenças entre as regiões do país. (IBGE, 2010) Por isso a avaliação destes serviços por si só é tão importante para a qualidade da saúde da população rural.Avaliar é uma forma de participação da construção e aperfeiçoamento do SUS, uma oportunidade para diferentes atores sociais (profissionais, gestores, usuários, universidades) participarem da configuração que se quer dar ao SUS, sendo ao mesmo tempo um processo de aprendizagem e controle social. (TAKEDA e TALBOT, 2006)

Objetivo Geral

OBJETIVO GERAL
Avaliar a estrutura e os processos do cuidado nas Unidades Básicas de Saúde da zona rural de Pelotas-RS, considerando-se o grau de orientação para a atenção primária à saúde e a adequação às características estruturais preconizadas pelo Ministério da Saúde. Estabelecer uma comparação com esses achados e a percepção de qualidade e satisfação dos usuários.
5.1 OBJETIVOS ESPECÍFICOS
1. Descrever aspectos da estrutura das UBS da Zona rural de Pelotas, mensurando o percentual de adequação destas às recomendações do Ministério da Saúde.
2. Estimar o grau de orientação para Atenção Primária à Saúde das UBS quanto à estrutura e processo por meio da percepção dos profissionais médicos e enfermeiros através da aplicação do PCATool.
3. Conhecer o perfil do profissional da saúde que atua na Zona Rural quanto à características socioeconômicas, vínculo empregatício, tempo de serviço na zona rural e formação acadêmica.
5. Conhecer como o usuário do serviço avalia o mesmo e qual o seu grau de satisfação com a última consulta.
6. Comparar o grau de satisfação dos usuários com o grau de orientação à APS e com o percentual de adequação da estrutura ao manual do MS.
7. Avaliar a associação entre satisfação dos usuários com a última consulta e:
IdadeSexo
Escolaridade
Nível Socioeconômico
Tempo de espera.
Percepção do tratamento dado pela recepcionista
Percepção do tratamento dado pelo profissional de saúde (médico ou enfermeiro)
Grau de orientação à APS
Adequação estrutural das UBS conforme as orientações do MS

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CAROLINA OLIVEIRA RUIVO420/10/201528/02/2017
BRUNO PEREIRA NUNES120/10/201528/02/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 74.000,00

Página gerada em 22/01/2021 01:16:35 (atualização a cada 15 minutos)