Nome do Projeto
CONDIÇÃO BUCAL E QUALIDADE DE VIDA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
21/01/2016 - 21/02/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Resumo
A violência contra crianças e adolescentes gera problemas de caráter social, emocional, psicológico e cognitivo durante toda a vida, podendo ter consequências tanto imediatas quanto tardias. Além do impacto negativo na qualidade de vida, as crianças vítimas de maus-tratos podem ter impacto, também, na qualidade de vida relacionada à saúde bucal, devido aos maiores riscos de terem cárie dentária e outras morbidades bucais, ainda que não tenham sido encontrados estudos que afirmem essa hipótese. O objetivo deste estudo é avaliar as condições de saúde bucal e a qualidade de vida de crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica. O estudo é de natureza observacional, transversal e analítico e a metodologia será quantitativa. A pesquisa será realizada no NACA, localizado em Pelotas, e serão examinadas todas as crianças e adolescentes entre 0 e 18 anos de idade entre os meses de outubro de 2015 a setembro de 2016, cujos pais autorizem a participação. O exame clínico seguirá todos os protocolos de biossegurança e avaliar-se-á cárie, higiene oral, sangramento na gengiva e traumatismo dentário. Serão aplicados dois instrumentos de qualidade de vida para os menores de 8 a 18 anos de idade, um em relação à saúde geral (KIDSCREEN-52) e outro em relação à saúde bucal (CPQ 8-10/11-14). Os examinadores serão previamente treinados e calibrados. Será realizada análise bivariada, utilizando os testes Qui-quadrado e Qui-quadrado de tendência linear. Em seguida proceder-se-á a análise multivariada através de Regressão de Poisson com variância robusta. Este projeto de pesquisa somente será iniciado após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pelotas.

Objetivo Geral

GERAL
Avaliar as condições de saúde bucal e a qualidade de vida de crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica.
ESPECÍFICOS
1. Avaliar a relação entre as condições de saúde bucal e a qualidade de vida relacionada à saúde bucal da criança e do adolescente vítima de maus tratos.
2. Verificar a associação entre a experiência de cárie dentária e doença periodontal nas diferentes formas de violência doméstica. 3. Analisar a associação entre as condições bucais mais prevalentes relacionadas às crianças vítimas de abuso e as variáveis socioeconômicas e demográficas. 4. Mensurar o impacto da qualidade de vida relacionada à saúde geral nas crianças maltratadas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDREIA DRAWANZ HARTWIG221/01/201621/02/2017
GIULIA TARQUINIO DEMARCO424/06/201621/02/2017
ISADORA AUGUSTA DA SILVEIRA221/01/201621/02/2017
IVAM FREIRE DA SILVA JÚNIOR521/01/201621/02/2017
MARILIA LEAO GOETTEMS121/01/201621/02/2017
VANESSA MÜLLER STÜERMER221/01/201621/02/2017

Página gerada em 25/01/2021 19:32:06 (consulta levou 0.097429s)